Publicidade
Cotidiano
SAÚDE

Por conta da vacinação contra H1N1, UBS terão horários ampliados, em Manaus

Conforme informações divulgadas pela Susam a meta proposta pelo Ministério é alcançar 80% desta população, até o final da campanha 09/05/2016 às 09:54
Show 1080813
Na capital, a vacina também está disponível nos Centros de Atenção Integral à Criança e à Melhor Idade (CAICs e CAMISs) (Foto: Winnetou Almeida)
Marcela Moraes Manaus (AM)

Hoje, pelo menos dez Unidades Básicas de Saúde (UBSs) atuarão com horário ampliado – de 7h às 21h - para atender a população que irá em busca da imunização contra a Influenza (H1N1) no serviço público de saúde.

Até a manhã da última sexta-feira, o sistema do programa estadual de imunização, da Secretaria Estadual de Saúde (Susam), registrou 361.022 pessoas dos grupos prioritários definidos pelo Ministério da Saúde para receber a vacina, já haviam sido imunizadas no Amazonas. O número representa um cobertura vacinal de 41,54% em relação ao público-alvo da campanha, de aproximadamente 940 mil pessoas.

Conforme informações divulgadas pela Susam a meta proposta pelo Ministério é alcançar 80% desta população, até o final da campanha. “Cabe ressaltar que este número vai sendo atualizado aos poucos, conforme os municípios vão inserindo os dados no sistema. Trata-se, portanto, de um balanço parcial”, informou a secretaria.

O secretário estadual de Saúde, Pedro Elias de Souza, reforçou a orientação para que as pessoas inseridas nos grupos prioritários não deixem de se vacinar. Ele destacou a importância do empenho das Prefeituras, responsáveis pela execução da campanha nos municípios, para o cumprimento das metas da campanha.

Na capital, a vacina também está disponível nos Centros de Atenção Integral à Criança e à Melhor Idade (CAICs e CAMISs). Devem se vacinar as pessoas com 60 anos ou mais de idade; crianças na faixa etária de seis meses a menores de cinco anos de idade (quatro anos, 11 meses e 29 dias); gestantes; as puérperas (até 45 dias após o parto); trabalhadores de saúde; indígenas; portadores de doenças crônicas e outras condições clínicas especiais e população privada de liberdade.

Pessoas que fazem parte do grupo prioritário e que tenham dificuldades para se locomover podem entrar em contato com a Semsa, pelo 0800-280-8280, até o dia 20 de maio, e agendar atendimento domiciliar.

Após o dia “D”, no último dia 30 de abril, a Semsa mantém as ações da campanha até o dia 20 de maio nas Unidades de Saúde com sala de vacina. Quem agendar, pode receber a vacina até o dia 30 de maio.

Durante a semana, todas as UBSs fazem a vacinação das 7h às 17h, e as dez de horário ampliado, funcionam das 7h às 21h.

Meta é atingir 940 mil

A estimativa é que, no Amazonas, 940 mil pessoas integrem os grupos prioritários a serem imunizados. A meta do Ministério da Saúde é que, até o final da campanha, ao menos 80% desse público-alvo receba a vacina contra a gripe, que inclui a proteção contra o vírus H1N1 . Após o dia “D”, no último dia 30 de abril, a Semsa mantém as ações da campanha até o dia 20 de maio nas Unidades de Saúde com sala de vacina.

Pontos

UBS Balbina Mestrinho – Rua 17, nº 170, Núcleo II, Cidade Nova IUBS Sálvio Belota – Rua das Samambaias, nº 786, Santa Etelvina

UBS Áugias Gadelha – Rua A, nº 15, Cidade Nova IUBS Amazonas Palhano – Rua Antônio Matias, s/nº, São José IIUBS Alfredo Campos – Rua André Araújo, s/nº, Zumbi IIUBS Leonor Brilhante – Av. Autaz Mirim, s/nº, Tancredo Neves

UBS Dr. José Rayol dos Santos – Av. Constantino Nery, s/n, Chapada

UBS Morro da Liberdade – Rua São Benedito, s/n. Morro da Liberdade

UBS Leonor de Freitas – Avenida Brasil, s/nº, Compensa IIUBS Deodato de Miranda Leão – Av. Presidente Dutra, s/nº, Glória