Publicidade
Cotidiano
Notícias

Prefeito interino decreta luto por vítimas da boate e fará varredura nas casas de lazer de Manaus

O Presidente da Câmara, Bosco Saraiva, que está a frente da prefeitura de Manaus  até terça-feira (29) decretou luto de três dias pelas 232  vítimas da boate de Santa Maria no Rio Grande  do Sul, e fará fiscalização rígida nas casas noturnas de Manaus   27/01/2013 às 15:09
Show 1
Presidente da CMM, Bosco Saraiva assume a prefeitura
acritica.com ---

Na condição de prefeito da Cidade de Manaus, até terça-feira, 29, o presidente da Câmara Municipal de Manaus , Bosco Saraiva, decretou luto de três dias pela tragédia que vitimou 232  pessoas em uma boate no Rio Grande do Sul e informa que fará levantamento sobre as condições de funcionamento destas casas em Manaus.

Na segunda feira o prefeito pretende reunir com os administradores do Instituto de Limpeza Urbana (Implurb) e da Secretaria Municipal do Meio Ambiente (Semmas) para realizar uma “varredura”  junto as casas noturnas, bares, casas de show.

Serão feitas  fiscalizações sobre as condições do alvará de funcionamento de cada uma destes  locais de lazer. Se estão obedecendo a todo os requisitos de ambiente e de segurança , caso contrário serão fechados.

Segundo o prefeito,  determinadas casas  pedem o alvará para atuarem com um tipo de atividade mas acabam mudando o ambiente e não renovam o alvará.

Comoção e alerta   

A tragédia que vitimou centenas de pessoas na cidade de  Santa Maria,  no Rio Grande do Sul,  causou  clima de comoção e estado de alerta em todo o país. Comoção pelas família enlutadas e estado de alerta sobre as condições de funcionamento destas casas de lazer noturnas por todo o país.

 Um dos grandes questionamentos que vem sendo levantados em todas os debates nacionais é o fato da boate no Rio Grande do Sul vir funcionado uma  porta de saída de socorro às vítimas.