Publicidade
Cotidiano
Prefeitos cena eleições 2014

Prefeitos estão na cena principal das eleições 2014

No âmbito estadual, senador Eduardo Braga(PMDB) e prefeito Artur Neto (PSDB) evitaram agenda comum em Brasília 31/01/2013 às 08:23
Show 1
Prefeito Artur Neto fala sobre o balanço de três dias de encontro em Brasília. Oposição ao Governo Federal, o tucano foi bem recebido por ministros
Antônio Paulo ---

BRASÍLIA (SUCURSAL) -O pano de fundo da agenda político-administrativa proposta pelo Governo Federal, com a realização do encontro nacional dos prefeitos e prefeitas, eleitos e reeleitos em 2012, teve cunho político-eleitoral com vistas às eleições de 2014. Ao discursar para os milhares de prefeitos e seus assessores, na abertura do encontro, na segunda-feira, fazendo um balanço positivo dos dois primeiros anos de governo e ao anunciar os investimentos que hão de vir, como os R$ 66,8 bilhões para mobilidade urbana, creches, quadras esportivas e o programa Minha Casa, Minha Vida, a presidente Dilma Rousseff deu o start para o projeto de reeleição à Presidência da República.

O megaevento, que reuniu cerca de 20 mil pessoas – cerca de 60 representantes do Amazonas - também resvalou para o plano estadual. Embora tenham negado com veemência e tratado os fatos como cordialidade, o prefeito de Manaus, Artur Virgílio Neto (PSDB), e o senador Eduardo Braga (PMDB-AM), provável candidato ao Governo do Amazonas, mediram forças políticas tendo como atores coadjuvantes os 35 prefeitos e prefeitas amazonenses.

No primeiro dia do encontro nacional dos prefeitos, Braga – coordenador da bancada amazonense no Congresso e líder do Governo no Senado – divulgou notícia de uma reunião que ocorreria no dia seguinte, terça-feira, entre deputados e senadores do Amazonas, a Associação Amazonense de Municípios (AAM) e os prefeitos do Estado. No mesmo dia, o prefeito Artur Neto agendou um “almoço de confraternização” com os mesmo gestores municipais. Os dois eventos ocorreram com a presença de três deputados federais (Luiz Fernando Nicolau, Silas Câmara e Átila Lins, os três do PSD do governador Omar Aziz). Nem o senador Eduardo Braga foi à churrascaria Porcão nem Artur Neto compareceu à reunião dos prefeitos com a bancada parlamentar, assim como não foi ao jantar oferecido pelo presidente da AAM, Jair Souto, na noite de terça-feira.

(A íntegra deste conteúdo está disponível para assinantes digitais ou na versão impressa).