Publicidade
Cotidiano
SAÚDE

Presidente Temer retira sonda e deve ter alta na tarde de segunda-feira (30)

Temer foi internado no hospital Sírio Libanês, em São Paulo, no início da noite de sexta-feira, com um quadro de retenção urinária 29/10/2017 às 15:29 - Atualizado em 29/10/2017 às 15:30
Show temer
O presidente Michel Temer foi submetido a procedimento para a retirada da sonda (Foto: Agência Brasil)
Reuters

O presidente Michel Temer foi submetido na manhã deste domingo a um procedimento para a retirada de uma sonda vesical e seu estado de saúde é “estável”, com previsão de alta no início da tarde de segunda-feira, informou a Secretaria Especial de Comunicação da Presidência da República em nota.

Temer foi internado no hospital Sírio Libanês, em São Paulo, no início da noite de sexta-feira, com um quadro de retenção urinária, causado por um processo de crescimento benigno na próstata.

O problema foi descoberto na quarta-feira, dia da votação da segunda denúncia contra Temer na Câmara dos Deputados, quando o presidente foi internado no Hospital do Exército após sentir-se mal e foi constatada a obstrução urológica.

Segundo a GloboNews, Temer deve permanecer em repouso em sua residência em São Paulo após a alta, com previsão de retornar a Brasília na quarta-feira.

Com o problema de saúde do presidente brasileiro, uma visita do presidente da Bolívia, Evo Morales, inicialmente prevista para segunda-feira, acabou adiada para uma nova data a ser negociada entre os dois países, segundo o Ministério das Relações Exteriores.

Publicidade
Publicidade