Publicidade
Cotidiano
Notícias

Presos suspeitos de sequestrar filho de empresário paraense

Oséias Nunes Paiva, 26, e Railsson Paiva Mendes, 19, que haviam fugido para Manaus, foram presos no bairro Grande Vitória. Eles queriam 2 milhões pelo sequestro do filho do empresário que conseguiu fugir do cativeiro 16/01/2013 às 19:27
Show 1
Oséias Nunes Paiva, 26, e Railsson Paiva Mendes, 19, são primos e naturais de Santarém
acritica* ---

A Secretaria-Adjunta de Inteligência (Seai) da Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM) e o Núcleo de Apoio à Investigação (NAI) da Polícia Civil do Pará, prenderam, na tarde desta quarta-feira (16), em Manaus, dois jovens suspeitos de sequestrar o filho de um empresário no município de Santarém (PA) no último dia 3 de janeiro. Eles exigiram R$ 2 milhões para libertar o jovem sequestrado e fugiram para Manaus.

Oséias Nunes Paiva, 26, e Railsson Paiva Mendes, 19, que são primos e naturais de Santarém, foram denunciados pelo Disque-Denúncia de Santarém, após serem reconhecidos pelos vizinhos da casa que serviu de cativeiro para o crime, na periferia daquele município. Eles foram presos em Manaus no bairro Grande Vitória, zona Leste, em cumprimento a um mandado de prisão expedido pela comarca de Santarém.

De acordo com o chefe do NAI em Santarém, delegado Silvio Birro Duarte, que atuou em Manaus durante as investigações, o jovem sequestrado conseguiu fugir do cativeiro após 15 horas sendo mantido refém, em um momento de distração dos bandidos.

Ele ressalta que um dos presos já havia trabalhado na empresa do pai da vítima e planejou o crime com a ajuda do primo. “Eles conheciam o empresário e monitoraram o filho dele através das redes sociais. No final da tarde do dia 3, quando o jovem saía da loja onde trabalhava, eles o seqüestraram. Em seguida fugiram para Manaus”, informou o delegado.

O secretário da Seai, Thomaz Augusto Vasconcelos Dias, informou que a ação realizada em Manaus também contou com o apoio da Delegacia Especializada em Roubos e Furtos e Defraudações (DERFD) da Polícia Civil. Ele ressalta que os presos serão encaminhados a unidade prisional de Santarém onde responderão pelo crime de extorsão mediante sequestro.

 * Com informações da assessoria de comunicação