Publicidade
Cotidiano
Notícias

Programa financiará R$ 6 milhões em projetos na UEA

O programa irá conceder 651 bolsas para os universitários da UEA de Manaus, Manacapuru, Parintins, Tabatinga, Tefé, Itacoatiara, Coari, Beruri, Manicoré e Maués 14/08/2012 às 10:10
Show 1
Universidade do Estado do Amazonas (UEA)
acritica.com Manaus

A Universidade do Estado do Amazonas (UEA) realiza nesta terça-feira (14) uma solenidade de lançamento referente ao início das atividades do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (Pibid) 2012/2013. O evento será transmitido ao vivo para os municípios de Manacapuru, Parintins, Tabatinga, Tefé, Itacoatiara, Coari, Beruri, Manicoré e Maués.

O Pibid tem como objetivo valorizar o magistério e incentivar os estudantes que optam pela carreira docente.  Ao participar do programa, os universitários atuam no desenvolvimento de atividades diversas em escolas públicas, superando problemas identificados no processo ensino-aprendizagem, elevando a qualidade do ensino na escola pública. Desta vez, o projeto destinará cerca R$ 6 milhões para os 55 projetos da UEA que serão desenvolvidos até o próximo ano.

De acordo com a Pró-Reitora de Graduação da UEA, professora Elisabete Brocki, cada estudante deve dedicar oito horas semanais para as atividades pertinentes ao Pibid. Por esse trabalho, o aluno recebe bolsa no valor de R$ 400. As atividades são supervisionadas por professores das redes públicas de ensino municipal ou estadual e coordenadas por professores da UEA.

No total, o Pibid UEA 2012/2013 irá conceder 789 bolsas, sendo 651 para alunos da UEA, 101 para professores supervisores (professores da rede estadual ou municipal) e 37 para professores coordenadores. O aluno pode ficar no programa até se formar. “A bolsa tem duração de 12 meses, mas poderá ser renovada até a conclusão do projeto”, finaliza a Pró-Reitora da UEA.

O Pibid é um Programa do Ministério da Educação, gerenciado pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes). Os participantes são alunos dos cursos de Licenciatura que, inseridos no cotidiano de escolas da rede pública, planejam e participam de experiências metodológicas, tecnológicas e práticas docentes de caráter inovador e interdisciplinar.