Publicidade
Cotidiano
Womenwill

Projeto do Google incentiva mulheres na busca pela independência financeira

Além de ensinar sobre liderança, técnicas de negociação e finanças pessoais, o Womenwill busca reduzir as diferenças sociais entre homens e mulheres 18/04/2018 às 07:02 - Atualizado em 18/04/2018 às 14:15
Show mulher
Google criou método para mulheres que pretendem ampliar suas oportunidades, desenvolver-se pessoal ou profissionalmente. Foto: Agência Brasil
Rebeca Beatriz Manaus

Você é mulher e deseja dar um salto na carreira profissional, ter mais dinheiro e independência financeira? Algumas dicas são fundamentais para garantir seu sucesso e alavancar suas finanças. Uma delas é o Womenwill, lançado pelo Google. Trata-se de um projeto de empoderamento feminino, que além de ensinar sobre liderança, técnicas de negociação e finanças pessoais, busca reduzir as diferenças sociais entre homens e mulheres.

Segundo a diretora de Marketing do Google Brasil, Susana Ayarza, o objetivo é mostrar para as mulheres que elas podem mais, usando instrumentos tecnológicos para a construção de uma igualdade entre os gêneros, principalmente em termos salariais.

“Queremos ajudar a igualar o jogo para as mulheres e criamos o Womenwill porque acreditamos que podemos usar nossos recursos e produtos, especialistas e tecnologias para ajudar a reduzir essas desigualdades”, destaca.

Essas diferenças aparecem de forma expressiva em um estudo de Estatísticas de Gênero divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), que comprovou a desigualdade salarial entre homens e mulheres, com desvantagem para o sexo feminino.

Foi estudada a população de 25 anos ou mais de idade com ensino superior completo em 2016. Embora as mulheres constituam 23,5% desse total, e os homens, 20,7%, são elas quem ganham os menores salários. As mulheres recebem 75% menos do que os homens ganham. Em outras palavras, enquanto elas recebem R$ 1.764, os homens embolsam R$ 2.306 fazendo os mesmos serviços.

Para tenta mudar essa realidade, o Womenwill desenvolve várias técnicas que podem ser aprendidas gratuitamente durante o curso. O programa é direcionado às mulheres que pretendem ampliar suas oportunidades, desenvolver-se pessoal ou profissionalmente, seja em um novo emprego, em uma nova fase de carreira ou na hora de gerenciar o próprio negócio.

A especialista em desenvolvimento humano e tecnologia, Ana Minuto, participou do treinamento. Para ela, o projeto reforçou a ideia de representatividade feminina. “Fazer o treinamento me fez lembrar da responsabilidade que eu tenho que eu tenho comigo e com outras mulheres. Elas precisam olhar para si, entender quem são. Além disso, buscar um conhecimento a mais, é sempre bem-vindo”, comenta.

O programa surgiu no Japão e se expandiu para outros países do mundo. O Brasil é o quinto país a receber o projeto. O lançamento oficial foi no último dia 28 de março, depois de duas sessões de testes realizados no fim do ano passado, com 100 mulheres de Paraisópolis e Brasilândia, em São Paulo.

Depois da realização do curso, os conteúdos ficam disponíveis na internet para as mulheres que tenham interesse em aprender mais sobre empreendedorismo e finanças se informem.

Publicidade
Publicidade