Publicidade
Cotidiano
Notícias

Prostituição deve ser combatida em Manaus, diz arcebispo

A operação da Polícia Civil resultou na prisão de oito pessoas acusadas de integrar uma rede de prostituição sexual infanto-juvenil em Manaus, que atendia empresários e políticos amazonenses 24/11/2012 às 10:33
Show 1
Dom Luiz se emocionou ao falar do tema: “Temos que impedir a ação de bandidos e salvar as crianças”
Nelson Brilhante Manaus

A exploração sexual de menores em Manaus, tema que dominou a cidade nos últimos dias, é repudiada de forma veemente por representantes da Igreja, do Estado e da Justiça. Eles são unânimes em lamentar que o fato deixa manchas na sociedade, a exemplo do escândalos que motivou a operação Estocolmo na última sexta-feira.

A operação da Polícia Civil resultou na prisão de oito pessoas acusadas de integrar uma rede de prostituição sexual infanto-juvenil em Manaus, que atendia empresários e políticos amazonenses.

O arcebispo metropolitano de Manaus, Dom Luiz Soares Vieira, fez um apelo para que haja uma união de forças na luta contra a prostituição, fator determinante na destruição da base social. “Parece que a sociedade está perdendo o rumo, saindo do trilho.

(A íntegra deste conteúdo está disponível para assinantes digitais ou na versão impressa).