Publicidade
Cotidiano
Notícias

PSDB não vai questionar, diz Arthur Neto

O diplomata que concorre à eleições no dia 21 de outubro disse que a coligação “A Esperança é Agora” está preocupada, neste momento, em trabalhar para resolver os problemas que afligem a população de Manaus 20/07/2012 às 19:32
Show 1
Artur aponta os problemas de falta de água, mobilidade urbana, saúde, educação e revitalização do patrimônio histórico da cidade, como os principais focos de trabalhão da sua gestão caso seja eleito
acritica.com ---

O candidato do PSDB à prefeitura de Manaus, Arthur Neto, disse que seu grupo político não vai questionar a coligação “Agora somos nós e o Povo”,  sobre a possível infração cometida pelo candidato a vice-prefeito da chapa, Marcelo Ramos (PSB), em comparecer a um evento oficial de governo fora do prazo previsto nas Leis das Eleições.

“O PSDB não vai questionar. Nós estamos preocupados com a própria campanha e com os problemas de Manaus”, expõe o diplomata.

Vanessa e Jerônimo

Por  meio de sua assessoria a deputada federal e candidata a prefeitura de Manaus, Vanessa Grazziotin(PCdo B) disse que “embora soubesse do ocorrido não tinha qualquer posição definida sobre o caso”.

O candidato Jerônimo Maranhão (PMN) disse que cada um tem que cuidar de sua vida. Que em época de eleição é de se esperar que os candidatos se digladiem intelectualmente.  Sendo  o candidato Marcelo Ramos um conhecedor das leis, acha que ele (Marcelo) deve saber se a descumpriu, cabendo ao Juiz Eleitoral decidir sobre a questão. “Para mim, um a mais ou a menos não faz diferença”,  ressaltou Maranhão.

Pela manhã  a primeira posição sobre o assunto foi dada pelo candidato Henrique Oliveira (PR).  O  deputado federal e prefeiturável pelo (PR) disse que  está  focado em sua campanha e nas propostas que tem para Manaus,  por isso, uma possível  irregularidade eleitoral cometida pelo vice de  Serafim Correa (PSB),  Marcelo Ramos (PSB) prefere deixar para a  Justiça Eleitoral resolver.

O jornal impresso de acrítica, em sua edição desta sexta-feira,20, publica na coluna Sim&Não a irregularidade cometida pelo candidato a  vice de Serafim Correa. Marcelo Ramos  (PSB) teria participado da segunda  fase do programa Ronda no Bairro,  nesta quinta-feira, 19, ao lado do irmãos dele, que é secretário executivo de Segurança Pública, Umberto Ramos.

Conforme cita o Sim& Não  o artigo 77 da lei das eleições” proibe o comparecimento de qualquer candidato em inaugurações de obras públicas” a três meses do pleito. A punição prevista ao infrator é a cassação do registro ou do diploma.