Publicidade
Cotidiano
Notícias

Rede bancária volta a funcionar, com exceção do Banco da Amazônia

Retorno do Basa  está condicionado às negociações que acontecem nesta quinta-feira (27), com a entrega das cláusulas econômicas e específicas do banco junto  a Febraban. 27/09/2012 às 16:13
Show 1
Funcionário s do Basa decidem retorno ao trabalho nesta quinta-feira
acritica.com ---

Com exceção do Banco da Amazônia (Basa), as outras agências bancárias da capital e do interior voltaram a funcionar nesta quinta-feira (27), após o consenso das negociações trabalhistas com a Federação Brasileira dos Bancos (Febraban).

Os funcionários dos bancos privados e públicos chegaram ao consenso para reajuste de 7,5%  nos salários; mais 8,5% só no piso da categoria e mais 8,5% nos demais auxílios, tais como alimentação, cesta básica, creche babá, dentre outros. Os trabalhadores reivindicavam um reajuste de 10,25% e mais 5% de aumento real, que a categoria considerava como reposições de perdas. Plano de cargos, carreira e salários, maior participação nos lucros e resultados (PLR) e mais segurança nas agências.

Banco da Amazônia
As agências bancárias do Banco da Amazônia da capital e do interior devem voltar a funcionar após deliberação de assembléia a ser realizada às 18h desta quinta-feira, 27.

De acordo com o presidente do Sindicato dos Empregados em estabelecimentos Bancários do Amazonas (Seeban), Nindberg Barbosa, um dos motivos para o não retorno do fim da greve no Basa foi a demora do banco em apresentar suas cláusulas econômicas e específicas para negociação junto à Febraban. “Eles só fizeram isso no fim da noite de ontem (26)”, explica Barbosa, ao acrescentar o retorno também está condicionado consenso nas negociações.

Os bancários retornam após 10 dias de paralisação. De acordo o presidente do sindicato, a greve atingiu  71 agências e mobilizou 1.400 trabalhadores em todo o Estado.