Publicidade
Cotidiano
Notícias

Rede Sustentabilidade faz 1ª convenção estadual como partido legalmente instituído

Evento ocorrido na Câmara Municipal de Manaus teve a presença de movimentos sociais e dirigentes de outros partidos, além de render debates políticos 11/10/2015 às 17:26
Show 1
Primeira convenção da Rede Sustentabilidade acontece neste sábado e também domingo (11)
Janaína Andrade Manaus

A primeira convenção estadual da Rede Sustentabilidade, sigla de Marina Silva, como partido legalmente constituído começou na manhã deste sábado (10) em Manaus, na Câmara Municipal de Manaus (CMM). O evento, que continua no domingo, contou com a participação de movimentos sociais, como o “Ficha Verde” e de dirigentes de outros partidos políticos,  como o PSB e o PSOL.

Na abertura do evento, um dos fundadores do Psol no Amazonas, professor Queiroz, afirmou que em menos de um ano a Rede vai passar por uma prova de fogo, em referência a eleição de 2016. “Temos que deixar claro que a Rede não é um partido apenas para quem quer trocar de camisa (sigla). A Rede é um partido que quer abraçar a classe trabalhadora”,  disse.

Já o presidente estadual do PSOL, Elson de Melo, em discurso, parabenizou a conquista do registro da Rede junto ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e afirmou que a tarefa é grande e desafiadora. “A Rede, pelo que tive a oportunidade de conhecer, se propõe a ser um partido diferenciado, e por isso estamos aqui, porque a Rede pode trabalhar com o PSOL, por não ser uma sigla que será um instrumento de barganha e de interesses pessoais de grupos políticos. Eu acho que temos nos unir desde já,  para não aceitarmos de forma nenhuma que o setor retrógrado da política tente nos calar",  afirmou.


Evento da Rede Sustentabilidade foi animado. Antônio Lima

O vereador Marcelo Serafim (PSB), afirmou que a Rede sempre terá a “solidariedade, companheirismo e lealdade” do PSB,  partido em que é presidente estadual. O líder da Rede Sustentabilidade na Assembleia Legislativa do Amazonas, deputado Luiz Castro, também participou do encontro.

Programação

A convenção terá em sua programação diversos debates, e o primeiro deles foi sobre a conjuntura política nacional e local. Os debates incluirão as teses do partido, o seu estatuto e o início do processo de construção de um programa para Manaus e algumas outras cidades do interior do Estado.

Durante o primeiro debate, Tácius Fernandes, representando a executiva nacional da Rede, afirmou que a Rede nasce “não querendo ser a dona da verdade, mas querendo contribuir para o debate”. “A Rede nasce na crise, mas não quer se aproveitar da crise. Nós queremos ouvir e abrir espaço para os movimentos sociais vivos dentro da sociedade”,  disse.

As discussões se estenderão até domingo com a escolha dos nomes dos novos membros do elo (diretório) estadual da Rede, assim como serão definidos os delegados que participarão do segundo congresso nacional do partido, agendado para o mês de novembro, em Brasília (DF).

Aberto ao público

O evento é aberto a todos que queiram conhecer a ideologia e as bandeiras de luta do novo partido, e foi idealizado por militantes do movimento Nova Política, dentre os quais a ex-senadora Marina Silva. A expectativa é que a convenção reúna cerca de 200 filiados no plenário da Câmara Municipal.