Publicidade
Cotidiano
Notícias

Rede Sustentabilidade se prepara eleição municipal de 2016

Sigla articulada pela ex-senadora Marina Silva renovará os nomes do seu diretório estadual e dará início ao debate que será travado, nas ruas, na campanha eleitoral do próximo ano em convenção marcada na CMM neste fim de semana 09/10/2015 às 21:21
Show 1
Segundo Júnior Brasil, a Rede já mira em 2016
aristide furtado Manaus (AM)

Dezoito dias após a aprovação do seu registro pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), a Rede Sustentabilidade, partido articulado pela ex-senadora e presidenciável Marina Silva, renovará os nomes do seu diretório estadual e dará início ao debate que será travado, nas ruas, na campanha eleitoral do próximo ano em convenção marcada para o plenário da Câmara Municipal de Manaus (CMM) neste fim de semana.

“O objetivo da convenção não é discutir a campanha eleitoral ainda. Na convenção, vamos dar o pontapé  inicial para construção de projeto sobre a cidade de Manaus. Quando concluirmos esse projeto é que vamos trabalhar com nomes (dos candidatos). Não trabalhamos primeiro o nome para depois apresentar o projeto”, explicou ontem o coordenador-executivo da sigla, mestre em gestão pública Júnior Brasil, um dos possíveis candidatos do partido em 2016. 

Oficializado pelo TSE no dia 22 de setembro, a dez dias do prazo limite de registro para poder lançar candidaturas nas próximas eleições, a Rede conta em seus quadros com um deputado estadual, Luiz Castro, que fazia parte do PPS e quatro vereadores no interior do Estado: Cleves Pires, de Apuí; Kleber Bechara, de Novo Airão; Manoel Nascimento, de Maraã; e Raimundo Fiescam, de Itamarati. Também é filiado à sigla o vice-prefeito de São Gabriel da Cachoeira, Domingos Sávio.

Para o coordenador da legenda, mais do que número a Rede procura ‘qualidade’ em suas novas filiações, principalmente de políticos com mandato. Com a sanção da minirreforma eleitoral, no dia 29 de setembro, a migração de deputados estaduais e federais para a legenda, assim como para outras que obtiveram o registro às vésperas do fim do prazo, como o partido Novo e o Partido da Mulher Brasileira, foram vetadas, pois implicaria infidelidade partidária. A sigla de Marina conseguiu, ainda, a adesão de um senador, Randolfe Rodrigues (AP), ex-Psol.

O ingresso de vereadores, porém, ainda é possível nos 30 dias que antecedem os seis meses da eleição do dia 2 de outubro de 2016. Todavia, para o acesso à maior parcela do Fundo Partidário e da propaganda eleitoral no rádio e na TV o que conta é o número de deputados federais das legendas.

Convenção

A primeira convenção da Rede no Amazonas ocorrerá das 8h às 17h no plenário da Câmara Municipal de Manaus, no bairro São Raimundo, Zona Oeste de Manaus, hoje (10) e amanhã (11). Em novembro a sigla faz o seu congresso em Brasília.