Publicidade
Cotidiano
Notícias

Reforma dos terminais de ônibus é desafio para o prefeito eleito de Manaus

Usuários do sistema denunciam a falta de estrutura e completo abandono 06/12/2012 às 12:48
Show 1
Na Cachoeirinha, T2 sofre com o ‘engarrafamento’ e a falta de estrutura
ACRITICA.COM Manaus

A revitalização dos terminais de ônibus da capital amazonense, identificada em levantamento divulgado pela Superintendência Municipal de Transportes Urbanos (SMTU) vai ficar para a próxima gestão da Prefeitura de Manaus. A poucos dias da troca do executivo, os terminais continuam com os mesmos problemas, segundo os usuários. No Terminal 2, situado no bairro Cachoeirinha, Zona Sul, há um constante engarrafamento de ônibus porque o espaço é pequeno. “E a gente tem que ficar no sol quando tem muita gente”, criticou a dona de casa Maria Lindalva Matoso, 56.

Para ela, apesar da boa localização, o T2 como é conhecido, não tem uma estrutura adequada para receber nem os usuários e nem os coletivos. Há problemas na calçada quebrada e nos banheiros, que estão limpos, mas ainda em precárias condições pelo tempo de uso.

SÃO JOSÉ

Outro terminal onde a falta estrutura é evidente é o Terminal 3, no bairro da Cidade Nova, Zona Norte, cuja pista é cheia de buracos, falta iluminação e há inúmeras goteiras. “Aqui é bastante ruim, mas isso já faz tempo, não vai melhorar tão cedo”, disse o comerciário Edney Araújo, 25.

A assessoria de imprensa da SMTU informou que alguns terminais receberam obras de reparos, mas não haverá tempo e nem recursos para fazer todos os trabalhos necessários.