Publicidade
Cotidiano
Notícias

Reformas inacabadas de escolas estaduais ameaçam ano letivo de alunos de Manaus

Faltando 23 dias para o início das aulas, oito escolas estaduais que atendem 3 mil alunos ainda estão sendo reformadas. A corrida contra o tempo aumenta 12/01/2013 às 11:03
Show 1
Na Zona Norte de Manaus, pais de alunos dormiram na fila para garantir uma vaga na escola estadual José Milton Bandeira
Florêncio Mesquita ---

A 23 dias do início do ano letivo de 2013, previsto para o dia 4 de fevereiro, oito escolas da rede estadual de ensino, em sete municípios do Amazonas, ainda estão em reforma. Segundo a Secretaria de Estado de Educação (Seduc), todas as instituições estarão prontas antes do início das aulas. A maioria está em fase de acabamento ou sendo mobiliada. Ao todo, 3 mil alunos estudam nas oito instituições.

As obras são classificadas pela secretaria como “grandes reformas”, quando há necessidade de interditar o prédio e alugar outro para realocar os alunos. A pasta garante que nenhum estudante será prejudicado porque as aulas começarão no prazo previsto.

As instituições estão localizadas em Manaus, Coari, Itacoatiara, Careiro da Várzea, Iranduba, Itacoatiara e Urucará. Segundo o secretário de estadual de Educação, Rossieli Soares da Silva, nenhum aluno das oito escolas ficou sem estudar em 2012. Ele explicou que, no ano passado, todos estudaram em outras instituições próximas ou em prédios alugados pelo Estado.

(A íntegra deste conteúdo está disponível para assinantes digitais ou na versão impressa).