Publicidade
Cotidiano
Notícias

Representantes do boi Caprichoso participam de lançamento de projeto voltado à sustentabilidade

O juiz Aldrin Henrique abriu o evento, realizado no Fórum de Justiça, enfatizando o projeto que faz parte da nova política ambiental adotada pelo judiciário, que visa à redução do consumo de papel nos processos e petições 30/03/2012 às 17:40
Show 1
Parintins ganha título de Capital da Cultura e do Folclore do Estado do Amazonas
acritica.com Manaus

O Boi Caprichoso esteve presente, na manhã desta sexta-feira (30), no lançamento do Projeto Justiça Sustentável, idealizado pelo juizado Especial Cível e Criminal da Comarca de Parintins (a 325 quilômetros de Manaus).

O juiz Aldrin Henrique abriu o evento, realizado no Fórum de Justiça, enfatizando o projeto que faz parte da nova política ambiental adotada pelo judiciário, que visa à redução do consumo de papel nos processos e petições. Durante o evento foi feito o lançamento do símbolo sustentável, criação da estagiária Rafaela Rocha, assinatura digital dos advogados que deixam de entregar as petições em papel e passam a usar a tecnologia tornando o processo mais célere.

A secretária Lidia Azêdo explicou que é uma medida de comportamento que envolve a reciclagem de material de expediente, exclusão de copos descartáveis, e outras atitudes ambientais.

O juizado também fez a entrega simbólica de 13, 745m3 de madeira da espécie ipê, para a Escola de Arte Irmão “Miguel de Pascalle”, apreendida pelo Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis (Ibama).  “Visitei algumas instituições entre elas a escola do Caprichoso e percebi o compromisso com Parintins, o trabalho de forma ética e com seriedade, por isso foi escolhida para ser beneficiada”, declarou o juiz. Ele disse que por telefone a Presidente do Caprichoso Márcia Baranda agradeceu e colocou-se disponível para as parcerias.

A gestora Isabel Porto agradeceu e disse que o Caprichoso através da Presidente Márcia Baranda vem trabalhando as questões ambientais dentro da Associação com o projeto “Rio Limpo”. “Hoje o juizado está mais próximo do povo, nós do Caprichoso estamos sempre de portas abertas para abraçar causas que venham favorecer a população e o meio ambiente, vamos reaproveitar esses resíduos de madeira nas nossas oficinas de arte”, declarou.

O Corpo de Bombeiros recebeu outra parte da madeira. A Associação de Catadores de Lixo-Ascalpin recebeu de forma simbólica os sacos de papel usados dentro do Fórum que agora passam a fazer parte do processo de coleta da associação. Participaram do evento o prefeito em exercício Messias Cursino e o vereador Tony Albuquerque representando a Câmara Municipal.