Publicidade
Cotidiano
Notícias

Reputação de Manaus está em 6º lugar entre as cidades-sede da Copa do Mundo

Dados divulgados por consultoria internacional mostram que Manaus ficou na média tanto na avaliação dos moradores quanto na dos residentes de outras cidades; São Paulo e Brasília ocuparam as últimas posições 21/03/2014 às 20:51
Show 1
Manaus irá sediar quatro jogos da primeira fase da Copa do Mundo de Futebol Fifa
ACRITICA.COM* Manaus (AM)

Um estudo divulgado nesta sexta (21) pela Reputation Institute, consultoria especializada em gestão de reputações, mostrou o que pensam os moradores das 12 cidades que sediarão os jogos da Copa do Mundo de futebol, em junho.

O objetivo foi descobrir como anda a reputação dessas cidades, de modo a identificar e remediar possíveis problemas – além, é claro, de valorizar as virtudes. A pesquisa aconteceu entre os meses de fevereiro e março, e envolveu mais de quatro mil entrevistados, cuja tarefa era avaliar a sua própria cidade e uma das outras 11 cidades-sede, com a qual tivesse mais familiaridade.

A metodologia escolhida para o questionário foi uma combinação entre avaliação emocional, baseada em estima, admiração, confiança e empatia, e outra racional, que partiu das percepções dos entrevistados sobre três fatores: Ambiente Atrativo, Governo Efetivo e Economia Avançada, onde foram avaliados atributos como a beleza da cidade, a segurança e a confiança dos moradores nos representantes políticos.

Nessa conta, Manaus caiu exatamente no meio do caminho: tanto na avaliação dos próprios moradores quanto na dos de outras sedes, Manaus ficou com a 6ª melhor (ou pior) reputação. A nota dos residentes (64,92) foi um pouco melhor que a dos não-residentes (61,64), mas, mesmo assim, a diferença foi pequena.

São Paulo não teve a mesma sorte – ficou com a pior nota: 54,32. Pelo mesmo critério de avaliação dos moradores, Porto Alegre é o município mais bem cotado, com a nota 68,19. Curitiba ocupou a segunda colocação, com 67,48, e Natal vem a seguir, com 66,33. Essas são as três cidades que alcançaram índices superiores à média do País (67,24). Na avaliação dos não residentes, São Paulo sobe para a antepenúltima colocação (53,43). Em último e penúltimo lugar se situam Brasília (43,39) e Rio de Janeiro (49,23), respectivamente. Curitiba (66,15) e Porto Alegre (65,84) novamente encabeçam a lista, mas em posições invertidas.

Em 2013, quase todas as cidades alcançaram índices menores em comparação com 2012. A única exceção foi Natal, que aumentou em seis pontos a sua reputação. “Isso mostra que o brasileiro aumentou seu senso crítico e está com um nível maior de exigência em diversos aspectos como segurança, infraestrutura e desenvolvimento econômico”, explicou a diretora executiva do Reputation Institute no Brasil, Ana Luisa de Castro Almeida.

A pesquisa também revelou que os residentes consideram que a beleza e o estilo de vida são aspectos muito importantes para a cidade, mas o conjunto de questões como segurança, infraestrutura, lideranças respeitáveis, avanço tecnológico e bom ambiente para realização de negócios é fundamental para uma percepção positiva sobre ela.