Publicidade
Cotidiano
Notícias

Reservas do Flu vencem o Friburguense por 3 a 0 na estreia

Na próxima rodada, o Flu encara o Volta Redonda, fora de casa. Enquanto isso, o Frizão recebe o Bangu. Ambos os jogos serão no próximo sábado 22/01/2012 às 10:36
Show 1
Rafael Moura, do Fluminense, comemora após marcar gol diante do Friburguense
LANCEPRESS Rio de Janeiro (RJ)

Na primeira partida do ano, o Fluminense - com o time reserva - venceu o Friburguense por 3 a 0, em Moça Bonita, Zona Oeste do Rio de Janeiro. Os gols foram marcados por Araújo, Rafael Moura e Thiago Carleto. A partida marcou as estreias de Carleto e do volante Jean, que fez boa partida.

Na próxima rodada, o Flu encara o Volta Redonda, fora de casa. Enquanto isso, o Frizão recebe o Bangu. Ambos os jogos serão no próximo sábado.

O JOGO

Debaixo do forte Sol que castigava os presentes ao estádio Moça Bonita, a partida começou equilibrada, mas logo depois a maior qualidade do Fluminense começou a preponderar, e o Friburguense se encolhia dentro de campo. Araújo destoava dos demais atletas no gramado e corria bastante, até que foi premiado com o primeiro gol do Campeonato Carioca-2012, aos 13 minutos. Na comemoração, ele dançou passos de 'break'.

O Friburguense tentava apenas com chutes de longe, mas Ricardo Berna foi bem em todas as oportunidades. Thiago Carleto, que nem seria titular por ter chegado na pré-temporada depois dos demais, dava opção pela esquerda e sempre tentava os cruzamentos procurando Rafael Moura.

Aos 29, Márcio Rosário bobeou e o Frizão quase empatou. Jorge Luiz tocou para Diego, mas o atacante chutou na rede pelo lado de fora. Dois minutos depois, Ricardinho tentou mais uma de longe. Berna, atento, espalmou.

O Flu retomou as rédeas do jogo e aos 36, aumentou o placar com Rafael Moura. O goleiro Marcos deu rebote nos pés do He-Man, que tocou por cima do arqueiro rival. A comemoração foi ao ritmo do sucesso "Ai, se eu te pego", de Michel Teló.

Logo após, o Friburguense tentou diminuir, mas perdeu uma chance incrível. Após cobrança de falta, a bola sobrou para Diego. O atacante cruzou para Ricardinho - dentro da pequena área - chutar por cima do gol.

CARLETO FECHA O PLACAR

O jogo voltou morno para o segundo tempo, mas logo aos sete minutos, o estreante Thiago Carleto fechou o placar. Ele cobrou falta no bico da área, Sérgio Gomes deu um leve raspão no meio do caminho e a bola morreu no fundo das redes.

O confronto seguia em baixo ritmo por causa do calor. Aos 21, o lance curioso da partida. O camisa 10 da equipe da Região Serrana Fluminense, Jorge Luiz, pediu para sair por conta da alta temperatura. Em seu lugar, entrou Victor Hugo.

Com o resultado praticamente consolidado, Abel Braga aproveitou a oportunidade para testar dois jovens. Lucas Patinho e Fábio - filho do próprio técnico - entraram nos lugarem de Carleto e Martinuccio, respectivamente.