Publicidade
Cotidiano
Notícias

Resultado da pesquisa provoca divergências entre os candidatos

Vanessa e Herbert Amazonas concordam com os números da pesquisa A CRÍTICA/Action. Artur, Serafim e Henrique discordam 03/09/2012 às 09:54
Show 1
Para os candidatos a prefeito é oportunidade especial de apresentar, sob determinados efeitos, uma performance capaz de convencer os eleitores
Augusto Costa ---

Resultado da primeira  pesquisa A CRÍTICA/Action de intenção de votos da corrida eleitoral para a Prefeitura de Manaus dividiu as opiniões de oito, de um total de nove prefeituráveis,  que disputam o cargo.  

De acordo com a pesquisa, o candidato do PSDB, Artur Virgílio Neto, aparece com 29%, sete pontos de vantagem sobre Vanessa Grazziotin (PCdoB) que está com 22%. O terceiro colocado é Serafim Corrêa (PSB), com 12%, seguido por Henrique Oliveira, do PR com 11%. Sabino Castelo Branco (PTB) ficou com 6%; Pauderney Avelino (DEM) com 4%; e Luiz Navarro (PCB) com 1%. Já os candidatos Hebert Amazonas (PSTU) e Jerônimo Maranhão (PMN) não pontuaram.  

O ex-senador Artur Neto, que aparece na liderança da corrida eleitoral,  agradeceu os eleitores, mas contestou a informação  de que estaria perdendo por 23% a 19% para Vanessa Grazziotin na Zona Leste. “Os resultados entraram em desacordo com as pesquisas publicadas anteriormente, mas reforçam que estamos em primeiro lugar. Não vou discutir métodos. Ainda tenho uma boa vantagem em relação a segunda colocada. Tenho pesquisas que confirmam que estou na frente na Zona Leste e não atrás como divulgou a pesquisa. Não vou mudar a minha estratégia de campanha. Não é porque estou bem em quatro zonas da cidade (Norte, Sul, Centro-Sul e Oeste),  que vou deixar de visitar estes eleitores”, afirmou Artur Neto.

A senadora Vanessa Grazziotin foi cautelosa e mesmo com a liderança na intenção de votos  na Zona Leste e na Zona Centro-Oeste (31%), pediu calma aos correligionários. “A pesquisa da A CRÍTICA/Action em relação as outras pesquisas demonstra um crescimento da minha campanha. Recebo com tranquilidade. Não quero comemoração e alerto o meu pessoal para não perdermos o foco quando eu avançar ou até passar do primeiro colocado nas pesquisas que reflete um momento ainda não é o quadro final. Já estou melhor nas zonas Leste e Centro-Oeste. Para avançarmos nas demais zonas da cidade vamos intensificar o corpo a corpo e explicar as nossas propostas, o que representamos e como fazer as coisas acontecerem”, disse Vanessa.

O ex-prefeito Serafim Corrêa  criticou o resultado e disse que só acredita no resultado das urnas. “Avalio essa pesquisa da mesma forma das pesquisas das quatro últimas eleições pra prefeito que participei. Nas urnas o resultado é diferente da pesquisa. Nas últimas quatro eleições para prefeito nenhuma pesquisa disse que eu estaria no segundo turno e fui em três. O que vale é o resultado das urnas. Não estou preocupado com o empate técnico do candidato Henrique Oliveira. Na eleição os resultados estão sendo totalmente diferentes”, disse.

Artur Neto (PSDB)

Obteve 29% das intenções de voto e 24% de rejeição

Vanessa Grazziotin (PCdoB)

Recebeu 22% das intenções de voto e 15% de rejeição

Serafim Corrêa (PSB)

Ficou com 12% das intenções de voto e 17% de rejeição

Henrique Oliveira (PR)

Registrou 11% de intenções de voto e 1% de rejeição

Sabino Castelo Branco (PTB)

Figurou com 6% das intenções de voto e 18% de rejeição

Pauderney Avelino (DEM)

Apareceu com 4% das intenções de voto e 2% de rejeição

Luiz Navarro (PCB)

Teve 1% das intenções de voto e apresenta rejeição de 5%

Herbert Amazonas (PSTU)

Não foi citado na intenção de votos, mas possui 2% de rejeição

Jerônimo Maranhão (PMN)

Não pontuou na intenção de votos, porém teve 2% de rejeição