Publicidade
Cotidiano
Notícias

Robert Downey Jr. diz que já participou de filmes de arte que não eram tão bons e as pessoas eram "meio estúpidas"

Downey Jr. diz que o tipo de filme que lhe dá prazer tem menos a ver com o tamanho da produção do que com como o processo é encaminhado 18/01/2012 às 09:06
Show 1
Robert Downey Jr. na pré-estreia de Sherlock Holmes, no Rio de Janeiro (09/01/2012)
UOL/CINEMA ---

Durante sua rápida visita ao Rio de Janeiro para divulgar o filme “Sherlock Holmes: O Jogo de Sombras”, Robert Downey Jr. também falou sobre o status de “herói de ação” que adquiriu depois do sucesso de “Homem de Ferro” e “Sherlock Holmes” – a despeito de papéis mais “cults”, como “Chaplin” (1992) – e demonstrou não temer uma carreira mais comercial.

“Em primeiro lugar, filmes assim são viáveis economicamente, vão bem e as pessoas gostam. Mas eu não me vejo estritamente nestes termos. Tenho um histórico bastante longo fazendo outras coisas. Mas é engraçado. Tenho 46 anos e estou tendo essa experiência juvenil no momento”, comenta.

Downey Jr. diz que o tipo de filme que lhe dá prazer tem menos a ver com o tamanho da produção do que com como o processo é encaminhado.

“Os filmes que realmente dão prazer são aqueles em que você tem uma boa relação com seus colegas. Já participei de filmes pequenos em que as pessoas dizem 'Isso é um filme de arte, é sobre pessoas', e, na verdade, não é tão bom, as pessoas são meio estúpidas... E participei de grandes produções que foram tratadas de uma maneira bem experimental. Acho que é uma combinação das duas coisas. Gosto da ideia de uma abordagem independente para um grande filme”.