Publicidade
Cotidiano
Notícias

Ronda no Bairro executa 500 prisões na Zona Norte em seis meses

Essas prisões correspondem a uma atuação maior dos policiais, com percentual de 55% no trabalho de combate à criminalidade nos bairros da área. Dado é maior em relação a 2011. 24/08/2012 às 13:10
Show 1
Ronda nos Bairros atuando no Santo Agostinho, na Zona Oeste de Manaus
acritica. com ---

Levantamento sobre o programa Ronda no Bairro após seis meses de atuação na zona Norte de Manaus foi divulgado nesta quinta-feira ( 23) pela Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP), apontando aumento de até 55% na produtividade das polícias Civil e Militar contra a criminalidade, na comparação com igual período de 2011. Quase 500 pessoas foram presas nas ações policiais nos 10 bairros dessa região. A zona Norte conta com 1.700 policiais, distribuídos em seis Distritos Integrados de Polícia (DIP).

Segundo o balanço da SSP, de 16 de fevereiro a 14 de agosto deste ano houve um crescimento de 36% nos registros de termos circunstanciados de ocorrência (TCO), 10% nas prisões em flagrante delito, 42% nas apreensões por atos infracionais praticados por crianças e adolescentes, 22% nas apreensões de arma de fogo, 96% no atendimento a ocorrências de porte, posse, uso e tráfico de drogas.  A recuperação de veículos roubados cresceu 7%.

Para o secretário de Segurança Pública, coronel PM Paulo Roberto Vital, o balanço do primeiro semestre do Ronda no Bairro na zona Norte comprova o acerto da mudança de filosofia do policiamento na capital, que valoriza a proximidade constante da polícia dentro da comunidade, como imaginou o governador Omar Aziz ao criar o programa. “Fizemos quase noventa mil visitas comunitárias a escolas, residências, comércios, igrejas e outros estabelecimentos. E nesse momento colhemos boas informações do cidadão para o trabalho da polícia. Isso é um ponto fundamental para o sucesso do programa”, afirmou Vital.

Dentre as 488 pessoas presas na zona Norte em seis meses, o secretário destaca que muitas foram detidas mediante as  3.500 denúncias feitas ao Disque 181 e aos policiais do Ronda no Bairro durante as visitas comunitárias. “Nossa média de prisões em toda a cidade está beirando a 500 suspeitos por mês, principalmente homicidas, assaltantes e foragidos da justiça. É um resultado expressivo que vamos continuar buscando e com o Ronda no Bairro em toda a capital, até o próximo mês de outubro, não tenha dúvida que o combate à criminalidade vai ser ainda mais intenso”, disse o secretário de Segurança Pública.

Vital destaca o aumento de 42% nas apreensões de jovens infratores como um alerta para os pais e responsáveis. “Tem sido freqüente a presença de crianças e adolescentes nas ocorrências policiais. Isso não podemos aceitar com naturalidade. É preciso que os pais saibam onde andam seus filhos, para que ele não venha a ser adotado por criminosos, principalmente os traficantes”, afirmou.

Com informações da Assessoria de Comunicação