Publicidade
Cotidiano
Notícias

Secretaria de Segurança realiza operação para evitar crimes de ‘Saidinhas de Bancos’

Pelo menos 25 de policiais, entre civis e militares, participaram da ação, atuando nos bairros com maior concentração de agências nas zonas Sul, Centro-Sul e Oeste de Manaus 15/10/2015 às 16:43
Show 1
Conforme levantamento da SSP-AM, a maior parte dos casos registrados neste ano, ocorreu nas sextas-feiras, período da tarde, com o uso de motocicleta, geralmente com a presença de duas pessoas
acritica.com ---

A Secretaria de Segurança Pública do Amazonas, por meio da Secretaria-Executiva-Adjunta de Operações (Seaop) realizou nesta quinta-feira (15), a operação ‘Saque-Seguro’, como forma de prevenir e coibir o golpe conhecido popularmente como “Saidinha de banco”, que acontecem nas proximidades de agências bancárias e lotéricas.

Pelo menos 25 de policiais, entre civis e militares, participaram da ação, atuando nos bairros com maior concentração de agências nas zonas Sul, Centro-Sul e Oeste de Manaus, aumentando a presença policial e fazendo abordagem a pessoas suspeitas.

 Conforme levantamento da SSP-AM, a maior parte dos casos registrados neste ano, ocorreu nas sextas-feiras, período da tarde, com o uso de motocicleta, geralmente com a presença de duas pessoas. As zonas Centro-Sul e Sul concentram grande parte dos registros.

 Segundo o secretário-executivo-adjunto de operações da SSP-AM, Orlando Amaral, as operações devem continuar até o fim do ano, quando o fluxo de pessoas deve aumentar.  “Seguindo as orientações dadas pelo secretário de Segurança, as operações devem continuar até dezembro, que é um período em que as pessoas costumam ir mais aos bancos por causa dos 13º e das festas de fim de ano”.

 Orlando Amaral também destacou que apesar da atual greve dos bancários, a operação dará também atenção especial às agencias lotéricas, onde o fluxo aumenta por causa da paralisação nos serviços de muitas agências. “Entendemos que por causa da greve, a população usa ainda mais as agências lotéricas, por isso daremos atenção também nesses locais”.

 O secretário-executivo-adjunto também informou que mais policiais serão integrados à ação. “A partir da próxima segunda-feira, policiais da Delegacia Geral de Polícia Civil, que atuam nos Departamentos de Repressão ao Crime Organizado (DRCO) e de Investigação sobre Narcóticos (Denarc), além do Grupo Força Especial de Resgate e Assalto (Fera), e com apoio das delegacias da área, que irão fortalecer a ação”.

 Ele destacou que os policiais também têm feito trabalho de orientação sobre agir de forma segura nas agências. E para os bancários, Orlando Amaral destacou que eles foram orientados a ligar, imediatamente, para a polícia, em caso de atividade suspeita dentro das agências. “As pessoas devem ter mais atenção, pois crimes como esses não acontecem só nas proximidades das agências. Os assaltantes costumam trabalhar em grupo, e enquanto um observa (o chamado olheiro), outros ficam em outro lugar para efetuar o assalto”, explicou Orlando.

 Segundo Orlando Amaral, existem algumas importantes dicas para evitar situações perigosas: evitar ir sozinho; se for de carro, estacionar perto do local, evitar sacar grandes quantias de dinheiro,  e em caso de qualquer atividade suspeita, entrar em contato imediato com 190 (serviço de emergência da Polícia Militar).

 *Com informações da assessoria de comunicação.