Publicidade
Cotidiano
EDUCAÇÃO

Seduc oferece EJA e provão eletrônico para adultos que precisam concluir estudos

Para 2018 estão disponíveis 11.792 vagas para as escolas estaduais que oferecem a modalidade, tanto na capital quanto no interior. Solicitações podem ser feitas pelo site 23/01/2018 às 16:15
Show seduc
Foto: Divulgação
acritica.com Manaus (AM)

Jovens e adultos que não conseguiram concluir os estudos no período regular podem voltar a frequentar a escola ou obter a certificação de ensino fundamental e médio por meio do exame supletivo, cujas provas podem ser feitas durante todo o ano.

Para 2018 estão disponíveis 11.792 vagas para as escolas estaduais que oferecem a modalidade de Educação de Jovens e Adultos (EJA), tanto na capital quanto no interior do Estado. As informações são da Secretaria de Estado de Educação e Qualidade do Ensino (Seduc). 

As solicitações podem ser feitas pelo site www.matriculas.am.gov.br, pelo aplicativo Matrículas Amazonas e também de forma presencial.

Provão eletrônico

A Seduc também disponibiliza um serviço exclusivo de atendimento à população adulta que deseja regularizar os estudos. O exame supletivo ou “Provão eletrônico”, como é popularmente conhecido, pode ser utilizado pelas pessoas que desejam obter a certificação nos ensinos fundamental ou médio. O provão é gratuito e realizado por meio de um sistema mediado por computador.

Procedimentos

Para realizar os exames e obter a certificação de conclusão no Ensino Fundamental, é necessário que o candidato tenha idade mínima de 15 anos. Para os que desejam obter a certificação de Ensino Médio, a idade mínima exigida para participar do exame é 18 anos. 

O atendimento para o exame supletivo é feito em três unidades em Manaus: o Centro Cultural Thiago de Mello, na avenida Autaz Mirim, nº 9018, bairro Amazonino Mendes, Zona Leste; a Escola Estadual Sólon de Lucena, na avenida Constantino Nery, bairro São Geraldo, Zona Centro-Sul, e o Instituto de Educação do Amazonas (IEA), na rua Ramos Ferreira, Centro, Zona Sul de Manaus.   

Agendamentos

Para agendar as provas é necessário fazer um cadastro no endereço examesupletivo.seduc.am.gov.br. O candidato deverá informar o número do CPF, nome completo, nome da mãe e a data de nascimento. Após o agendamento, o candidato deverá imprimir ou captar a imagem do comprovante de realização da prova, onde constará o local e a data do exame.

O agendamento das provas para a Escola Sólon de Lucena e para o Instituto de Educação do Amazonas pode ser feito via Internet. Já para o Centro Cultural Thiago de Mello, os agendamentos deverão ser feitos exclusivamente de forma presencial, de segunda a sexta-feira, das 8h às 20h. É necessário que o candidato esteja munido do RG, CPF e comprovante de residência.

As provas na Escola Sólon de Lucena e no Centro Cultural Thiago de Mello acontecem das 8h às 21h. No IEA, as provas são das 8h às 17h.

Interior

Além das provas aplicadas na capital, a Seduc também disponibiliza o serviço para o interior. De acordo com o coordenador do projeto, professor Luciano Melo, se houver a demanda para determinado município, a secretaria, por meio da Gerência de Atendimento Educacional à Diversidade (GAED), disponibiliza a aplicação das provas. As inscrições são feitas também pela Internet e o exame aplicado no modo off-line.

Certificados

Ainda segundo o coordenador, a emissão e o recebimento dos certificados é realizada apenas na sede da Seduc, no bairro Japiim 2, no horário de 8h às 17h. Os certificados são emitidos 30 dias após a solicitação. Caso o candidato necessite de uma declaração de conclusão, a emissão é feita no mesmo dia da solicitação.