Publicidade
Cotidiano
Notícias

Senador Eduardo Braga (PMDB) diz que ‘ainda’ não é líder no Senado

“Não se pode colocar a carroça na frente dos bois”, ponderou Braga, durante entrevista excluiva ao programa Acrítica Notícias transmitido pela Nova Acrítica FM 13/03/2012 às 08:30
Show 1
O peemedebista ressaltou não acreditar que a presidenta venha a anunciar a troca de liderança nesta terça-feira (13)
JOELMA MUNIZ Manaus

Provável sucessor de Romero Jucá (PMDB-RR) na liderança do governo Federal no Senado, o senador Eduardo Braga (PMDB-AM) afirmou em entrevista exclusiva ao programa Acrítica Notícia, transmitido pela Nova Acrítica FM, na manhã desta terça-feira (13), que está em condições de ocupar a posição de liderança, mas que prefere não falar como líder antes de um posicionamento oficial da presidenta Dilma Roussef (PT).

O peemedebista ressaltou não acreditar que a presidenta venha a anunciar a troca de liderança nesta terça-feira, quando irá ao senado para receber o Prêmio Bertha Lutz 2012, por contribuir na ampliação dos direitos femininos na sociedade brasileira.

“Ela irá ao senado para falar sobre as vitórias das mulheres perante a sociedade brasileira. Não acredito que falará sobre esses pontos políticos”, disse, destacando que Juca permanece líder do governo.

“Não se pode colocar a carroça na frente dos bois”, ponderou Braga.

Relações

Questionado sobre como se dará sua relação com os demais partidos aliados do governo Dilma, em especial com o Partido da República (PR) caso seja de fato escolhido líder no senado, Braga afirmou que mantém “bom” dialogo com o também senador Alfredo Nascimento (PR), deixando de lado questões “de palanque”.

Contudo, Braga fez questão de lembrar que o PR não se resume a Nascimento. “Tenho uma relação próxima a vários outros representantes do PR na política nacional. O PR não se resume ao senador Alfredo Nascimento”.