Publicidade
Cotidiano
Notícias

Servidores federais aceitam reajuste a encerram greve no AM

Incra, Funai, Ministério da Saúde, Funasa e Sesai – órgãos vinculados ao sindicato dos Servidores Públicos Federais do Amazonas (Sindsep-AM) –,  normalizam as atividades já nesta terça (28) 27/08/2012 às 12:15
Show 1
Incra, Funai, Ministério da Saúde, Funasa e Sesai – órgãos vinculados ao sindicato dos Servidores Públicos Federais do Amazonas (Sindsep-AM) –, normalizam as atividades já nesta terça (28)
acritica.com Manaus

Após aceitar a proposta do governo, órgãos federais ligados ao Sindicato dos Servidores Públicos Federais do Amazonas (Sindsep-AM), decidiram por fim a greve. A decisão foi tomada durante assembleia geral realizada na manhã desta segunda-feira (28).

 A proposta aceita pelos servidores foi um reajuste salarial que acontecerá anualmente a partir de janeiro de 2013.

A Fundação Nacional de Saúde (Funasa), o Núcleo do Ministério da Saúde (MS), a Secretaria Especial de Saúde Indígena (Sesai)/ Distritos de Saúde Indígena (Dseis), Fundação Nacional do Índio (Funai) e o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), já retomam os trabalhos nesta terça (28).

Os servidores federais de nível superior receberão um acréscimo de R$ 333; os servidores de nível médio receberão R$ 310 e os de nível fundamental R$ 210.

A assembleia reuniu os trabalhadores dos órgãos que estavam em greve há mais de 55 dias no Amazonas.

Segundo o secretário-geral do Sindsep-AM, Menandro Abreu Sodré, a proposta apresentada pelo governo foi aceita com críticas porque essa não era o acordo discutido pelas entidades, mas foi imposto pelo governo.

“O prazo final para as negociações seria até 31 de agosto. Só tínhamos uma opção, que era aceitar esse acordo, ou ficar sem nada. Claro que, esse reajuste não é o que a categoria merecia”, disse Sodré.