Publicidade
Cotidiano
ECONOMIA

Sindecon-AM orienta sobre a melhor utilização do 13º salário antecipado

Para o presidente do Sindecon-AM, Marcus Evangelista, o primeiro passo deve ser a realização de um diagnóstico da atual situação das contas, para então decidir o que fazer 20/09/2017 às 09:25
Show 8 perguntas sobre 13 salario jpg
acritica.com

Adiantar compras de Natal, pagar dívidas ou poupar. As três alternativas foram apontadas pelo Sindicato dos Economistas do Amazonas (Sindecon-AM) como as melhores opções para investir o adiantamento da segunda parcela do 13º salário anunciada pelo Governo do Estado neste mês aos servidores públicos. 

Para o presidente do Sindecon-AM, Marcus Evangelista, o primeiro passo deve ser a realização de um diagnóstico da atual situação das contas, para então decidir o que fazer. “Se existe uma pré-disposição da família em fazer um Natal com mais variedades de presentes e decorações, sugerimos a antecipação desses itens uma vez que durante a época, eles chegam a dobrar de preço”, explicou.

Por outro lado, se a família observa que há um acúmulo de despesas fixas ou antigas em atraso, a melhor saída, de acordo com Evangelista, é a quitação dos débitos para passar as festas de fim de ano de forma mais tranquilo. “Com o nome limpo, o consumidor pode até adquirir os itens de Natal de forma parcela em crediários desde que seja feito com responsabilidade e não comprometa grande parte do  salário”, explicou.

O planejamento em poupança ou outra modalidade de investimento, também, foram apontadas como opções de utilização do adiantamento do 13º salário. “Esse tipo de procedimento vale, principalmente, para quem não está endividado com juros em contas atrasadas e para quem terá recurso extra para as compras de Natal e poderá comprar produtos um pouco mais caro, de acordo com o preço da época”, explicou Marcus Evangelista.  

Segundo dados do Governo do Estado, a antecipação de 30% da segunda parcela do 13º. salário irá injetar cerca de R$ 95 milhões na economia da capital e interior do Amazonas, que serão pagos a mais de 100 mil servidores, entre efetivos e comissionados. 

Dicas desaconselháveis

Três opções foram apresentadas pelo Sindecon-AM como alternativas desaconselháveis para a antecipação  do 13º salário, como a utilização de todo o valor em um único mês, a não previsão de custos fixos e  a falta de reservas financeiras.  

“Com mais dinheiro na conta, a primeira ideia é sempre utilizar todo o valor. A questão é saber no que usar”, alertou Marcus Evangelista ao dizer que contrair novas dívidas, como dar entrada em um carro, pode ser um grande erro, afinal os custos de fevereiro e março são sempre maiores. “O risco de contrair uma dívida de alto custo é muito grande”, disse.

Prever os custos do ano, como IPTU e IPVA, e pagá-los a vista pode render descontos melhores do que outras aplicações. “Se usado para esse fim, os rendimentos ao longo do ano podem ser maiores”, explicou o presidente do Sindecon-AM.

A ideia de uma rotina econômica mais segura e estável  pode ser uma realidade se recursos extras como o 13º. salário forem usados de forma racional. “Manter na poupança entre dez e 12 salários é o ideal para resolver qualquer problema que  aparecer, inclusive, aqueles relacionados à saúde”, aponta Evangelista. 

*Com informações da assessoria de comunicação.