Publicidade
Cotidiano
tira ressaca carnaval

Sopas e caldos são alternativas deliciosas de tirar a ressaca do Carnaval

Iguarias regionais como o Tacacá e o Pato no Tucupi caem muito bem na hora de espantar a ressaca depois da folia 17/02/2012 às 13:56
Show 1
Tacacá também é um prato apreciado na hora de espantar a ressaca do carnaval
Mellanie Hashimoto Manaus

Falou-se em Carnaval, falou-se de ressaca para grande parte da população. Por conta disso, nada mais tradicional — e delicioso! — do que espantar o mal-estar com caldos e sopas, que ajudam até a reidratar o corpo. A CRÍTICA dá um roteiro para quem não dispensa um bom caldinho mágico!

A Hamburguella (rua Rio Purus, 853, Vieiralves) oferece 12 tipos de sopas e caldos, diariamente, dos quais 11 são sopas quentes e um caldo doce, como mingaus e mungunzás. A empresária Tereza Oshiro é quem comanda o restaurante: “Oferecemos caldos pedidos pelos clientes, como caldeirada de tambaqui, bacalhau e pato no tucupi”, disse. A casa funciona no esquema de rodízio (R$ 19,50 com direito aos condimentos como queijos, salsa, cebolinha e outros), das 17h30 às 23h, inclusive no Carnaval.

Tradicional

 Sopa de mocotó e de carne são, provavelmente, os sabores mais tradicionais quando se fala em sopas. Mas quem frequenta a noite de Manaus está familiarizado com o Sopão do Professor (av. Constantino Nery, 1.510, Adrianópolis).

Walter Nonato dos Santos está há 53 anos no comando da cozinha do Sopão, com a ajuda da esposa, Raimunda, e diz que vai continuar em plena atividade no período momesco. “Vamos funcionar todos os dias, das 18h até as 6h!”. As porções são servidas em tigelas de três tamanhos, que variam entre R$ 8 e R$ 16.

A Casa da Sopa (av. Constelação, 22, Morada do Sol) é outra pedida para quem precisar recarregar as energias, com seus mais de 70 sabores de sopas. São servidas, de terça a sábado, 10 sopas “fixas” e três especiais, enquanto que, no domingo, são quatro receitas especiais. Feijão, palmito, canja, caranguejo, legumes, abóbora com camarão, caldo verde, feijão preto, cebola e kibe são as do cardápio comum do rodízio (R$ 20, inclui água e temperos).

Sabor da ilha

Tucupi, jambu e camarão seco: quem mora em Manaus conhece bem a delícia que é um tacacá, e como seu poder de levantar o moral de qualquer um é real. O tradicional sabor pode ser encontrado no Tacacá da Gisela (Largo São Sebastião, s/n, Centro), cujas cuias saem por R$ 12.

Mas para quem quer mesmo curtir um sabor diferente, pode ir a Tacacaria Parintins (CSU do Parque 10 e Feirinha do Tururi, no Largo Mestre Chico, no Centro). De acordo com a proprietária Fabíola Araújo, as lojas funcionarão durante toda a folia de momo.

 “Temos as duas opções de tucupi: o mais ácido, que chamamos ‘tucupi de Manaus’, e o mais encorpado e adocicado, o que é tradicional em Parintins”, esclareceu. Cada cuia custa R$ 10.

A única restrição, entretanto, é para quem tem problemas de pressão alta, devido a quantidade de sódio nos produtos, e por isso vale a pena tomar cuidado para não exagerar na hora de se recompor com os caldinhos, sopas e tacacás, tão ricos e saborosos!