Publicidade
Cotidiano
Notícias

SSP define plano de segurança para Festival de Parintins

Pelo menos 15 órgãos públicos municipais, estaduais e federais atuarão em conjunto no evento que servirá de laboratório para os eventos esportivos da Copa do Mundo de 2014, em Manaus 05/06/2012 às 18:07
Show 1
O DVD do boi Caprichoso foi gravado no dia 3 de março em Parintins
acritica.com Manaus

A Secretaria de Segurança Pública (SSP) do Amazonas conclui até a próxima semana o plano integrado que vai executar no Festival Folclórico de Parintins a partir do dia 25, até 2 de julho. Pelo menos 15 órgãos públicos municipais, estaduais e federais atuarão em conjunto no evento que servirá de laboratório para os eventos esportivos da Copa do Mundo de 2014, em Manaus.  

O secretário de Segurança Pública, coronel PM Paulo Roberto Vital, disse ontem, durante reunião das forças de segurança que vão operar em Parintins, que a SSP já estabeleceu o festival como um evento de alta complexidade por ser de repercussão nacional e internacional e ter todos os ingredientes de um acontecimento parecido com o de uma Copa do Mundo.

“O Governo do Estado está bem à frente quando se trata de preparação da segurança para a Copa. Além das operações simuladas que já realizamos em Manaus, temos pronto o planejamento até 2014, como o festival de Parintins, que tem todos os elementos que precisamos para um bom exercício”, disse o coronel Vital, referindo às ações que podem ser realizadas simultaneamente em terra, na água e no ar.

Em reunião com todos os órgãos envolvidos com a segurança em Parintins, ocorrida nesta manhã no Gabinete de Gestão Integrada (GGI) da SSP, os órgãos envolvidos no planejamento discutiram situações de risco e conflitos que podem ocorrer durante o festival, como prostituição infantil, tráfico de drogas, imprudências de embarcações, furtos, roubos e outras.

Para o coordenador da Comissão Temporária de Segurança para Grandes Eventos da SSP, coronel Dan Câmara, o grande diferencial do esquema de segurança de Parintins em 2012 serão os níveis de comando e controle, que seguirão os mesmos parâmetros adotados durante uma Copa do Mundo. “Nós temos três níveis de comando e controle. O estadual, que será o Ciops, o regional, no quartel da Polícia Militar em Parintins, e o local, dentro do Bumbódromo. Cada um age de acordo com a ocorrência”, disse.

Parintins, de acordo com o coordenador, possui o cenário ideal para colocar em prática o esquema de segurança por possuir basicamente a mesma estrutura que Manaus terá durante os jogos: porto, aeroporto, arena de evento, presença de chefes de Estado, autoridades e grande público. “Vamos testar novas estratégias, táticas e técnicas operacionais para o desenvolvimento do plano de ações de segurança para a copa, de acordo com o caderno de atribuições da Secretaria Nacional Extraordinária de Grandes Eventos”, afirmou Dan Câmara.