Publicidade
Cotidiano
presidente interino

Temer anuncia 21 novos ministros, com Meirelles na Fazenda e Jucá no Planejamento

Eliseu Padilha será ministro-chefe da Casa Civil e José Serra (PSDB-SP), ministro das Relações Exteriores. A lista também confirma Geddel Vieira Lima como ministro da Secretaria de Governo 12/05/2016 às 11:27 - Atualizado em 12/05/2016 às 11:42
Show temer2
Reuters Brasil

O vice-presidente Michel Temer foi comunicado nesta quinta-feira da decisão do Senado de dar andamento ao processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff, que está afastada da Presidência da República por até 180 dias.

A comunicação foi feita pelo senador Vicentinho Alves (PR-TO), primeiro-secretário do Senado, no Palácio do Jaburu, pouco após o parlamentar ter entregue a Dilma no Palácio do Planalto a notificação sobre a decisão do Senado. Temer agora assume a Presidência da República interinamente.

O ex-presidente do Banco Central Henrique Meirelles foi confirmado como ministro da Fazenda no governo do presidente interino Michel Temer, e o senador Romero Jucá (PMDB) como ministro do Planejamento, informou a assessoria de imprensa de Temer nesta quinta-feira.

Eliseu Padilha será ministro-chefe da Casa Civil e José Serra (PSDB-SP), ministro das Relações Exteriores. A lista também confirma Geddel Vieira Lima como ministro da Secretaria de Governo .

Veja a lista completa:

. Gilberto Kassab, ministro de Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações;

. Raul Jungmann, ministro da Defesa;

. Romero Jucá, Planejamento, Desenvolvimento e Gestão;

. Geddel Vieira Lima, ministro-chefe da Secretaria de Governo;

. Sérgio Etchegoyen, ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional;

. Bruno Araújo, ministro das Cidades;

. Blairo Maggi, ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento;

. Henrique Meirelles, ministro da Fazenda;

. Mendonça Filho, ministro da Educação e Cultura;

. Eliseu Padilha, ministro-chefe da Casa Civil;

. Osmar Terra, ministro do Desenvolvimento Social e Agrário;

. Leonardo Picciani, ministro do Esporte;

. Ricardo Barros, ministro da Saúde;

. José Sarney Filho, ministro do Meio Ambiente;

. Henrique Alves, ministro do Turismo;

. José Serra, ministro das Relações Exteriores;

. Ronaldo Nogueira de Oliveira, ministro do Trabalho;

. Alexandre de Moraes, ministro da Justiça e Cidadania;

. Mauricio Quintella, ministro dos Transportes, Portos e Aviação Civil;

. Fabiano Augusto Martins Silveira, ministro da Fiscalização, Transparência e Controle (ex-CGU);

. Fábio Osório Medina, Advocacia-Geral da União (AGU)