Publicidade
Cotidiano
Notícias

Temporários nos municípios do Amazonas somam 33 mil

Os estatutários somavam, em 2011, 61 mil pessoas (55%) e os temporários 33 mil (30%). Dados foram divulgados pelo IBGE por meio da Pesquisa de Informações Básicas Municipais – Perfil dos Municípios (Munic) de 2011 14/11/2012 às 15:33
Show 1
Segundo o IBGE, Manaus tem população de 1.861.838 habitantes
acritica.com Manaus (AM)

As prefeituras no Amazonas empregaram 109.616 na administração direta com diversos vínculos empregatícios, em 2011. Os estatutários formavam o maior grupo com 61 mil pessoas (55%) e os temporários, o segundo maior grupo, com 33 mil pessoas (30%). Já os celetistas, comissionados e os estagiários formaram os grupos menores com 7%, 7,4% e 0,4%, respectivamente.

Os dados foram divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) por meio da Pesquisa de Informações Básicas Municipais – Perfil dos Municípios (Munic) de 2011. A pesquisa também avaliou o nível de escolaridade dos servidores públicos do Amazonas.

De acordo com a pesquisa, os servidores possuíam 1% sem instrução, 15% com ensino fundamental, 26% com ensino médio, 12% com formação superior e 2% com pós-graduação.

Entre os estatutários, o maior percentual (20%) possuíam ensino médio e os com nível superior formavam o segundo grupo com 15%. Já os sem instrução ou com apenas ensino fundamental, somavam 8.771 servidores estáveis.

Treze municípios amazonenses optaram por terem também a administração indireta que é aquela exercida por pessoas jurídicas de autarquias, fundações públicas, empresas públicas, sociedade de economia mista e associações públicas. Nestes, havia também mais 2.923 pessoas ocupadas.

Concurso
O levantamento aponta ainda que onze municípios declararam terem realizado concurso público para o preenchimento de vagas nos últimos 24 meses da data da pesquisa (2011). Todos declararam também terem realizado o edital com reserva de vagas para pessoas com deficiência.

O IBGE conseguiu mostrar que o número de municípios que aderem as articulações interinstitucionais, que podem ser consórcios, convênios ou apoios, é cada vez maior. De acordo com os dados, os consórcios públicos foram feitos por 38 municípios do Amazonas. Sendo que seis foram celebrados entre entes municipais; dezenove com o governo estadual e treze com o governo federal.

Já os consórcios administrativos, que é aquele pacto de mera colaboração regida pelo direito privado, foram celebrados por 28 municípios, sendo 24 com o Estado e 26 a nível federal. Quanto aos convênios e parcerias, dez municípios optaram por este modelo no ano de 2011.