Publicidade
Cotidiano
MERCADO

Tire suas dúvidas sobre como construir um bom portfólio

Na disputa por oportunidades no mercado de trabalho, é preciso usar todas as estratégias possíveis. Confira dicas de uma especialista 21/04/2018 às 16:59 - Atualizado em 22/04/2018 às 07:04
Show carreira profissional
Segundo especialistas, é fundamental saber como construir o portfólio. Foto: Reprodução
Rebeca Beatriz Manaus

A forma de expor suas competências ao mercado de trabalho tem assumido um perfil mais dinâmico na sociedade. A figura do profissional com uma pasta embaixo do braço enquanto distribui currículos nas portas das empresas deu lugar a outras maneiras de mostrar suas aptidões. Uma delas é o portfólio, que pode ser impresso, digital ou online.

De acordo com a Pesquisa Nacional por Amostra por Domicílios – (Pnad), o número de desempregados no Brasil é de 12,9 milhões. E na disputa por oportunidades no mercado de trabalho, é preciso usar todas as estratégias possíveis. Segundo especialistas, além de estar com os perfis profissionais atualizados, é fundamental caprichar na hora de elaborar o portfólio.

Diferente do currículo, onde o profissional apenas cita as experiências, no portfólio é possível comprová-las. Funciona como uma vitrine onde ficam reunidos os principais trabalhos realizados.

A especialista em Comunicação Empresarial, Cristina Monte, destaca o portfólio como um recurso, e dá dicas de como o profissional pode usá-lo em seu favor.

“O primeiro passo é organizar o material. Em seguida, você pode iniciar montando por ordem cronológica inversa, do trabalho mais atual para o mais antigo, mostrando seu desenvolvimento ao longo da trajetória profissional, por temas ou categorias”, pontua.  

Para ela, é indispensável que o profissional seja verdadeiro em relação ao conteúdo do portfólio, pois, as empresas costumam cobrar essas as competências citadas no documento.

Menos é mais

Ainda segundo a especialista, não é necessário colocar todas as experiências dentro do portfólio. Basta escolher as de maior destaque e que se encaixam na vaga pretendida. Outra dica fundamental é com o excesso de informações, cores e fontes, pois, isso prejudica o visual e também é levado em consideração na hora de as empresas avaliarem.

Por que devo fazer um portfólio?

O portfólio possibilita ao profissional expor seu estilo de trabalho, seja ele criativo, informal ou técnico, além de demonstrar suas características.  Segundo a gerente de Recursos Humanos e professora de Gestão de Pessoas, Cristina Kassama, o recurso não substitui o cuurrículo, mas funciona como um complemento fundamental.

“Embora ambos intencionem fazer a apresentação profissional, o currículo segue uma linha mais conservadora ou formal, onde não cabem muitos detalhes da trajetória do candidato. O portfólio permite uma apresentação mais específica e detalhada”, pondera.

Ela também alerta que preparar o portfólio não é tudo. É necessário que o candidato esteja preparado para falar sobre os trabalhos citados, no momento em que a empresa entrar em contato.

É preciso observar a empresa para onde irá enviar o material, estudar o conteúdo escrito ou falado, para demonstrar segurança. Administrar o tempo do material para que não fique cansativo para quem avalia, além de revisar cuidadosamente o conteúdo, corrigindo erros de grafia, ortografia, e analisar o tom e ritmo da voz.

Publicidade
Publicidade