Publicidade
Cotidiano
Notícias

TJAM descarta quase uma tonelada de CDs e DVDs piratas

Quase uma tonelada de CDs e DVDs piratas, fruto de apreensão por parte de operações policiais foi descartada hoje pelo Tribunal de Justiça do Amazonas. O material foi triturado e seguirá para reciclagem. 31/10/2012 às 18:38
Show 1
Material pirata apreendido
acritica.com Manaus (AM)

O Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM) realizou nesta quarta-feira (31) o descarte de 18.659 CDs e DVDs piratas, totalizando quase uma tonelada de material. Resultado de operações policiais contra a comercialização de mídias piratas na cidade de Manaus, as mídias foram apreendidas este ano e agora irão para a reciclagem.

Esta é a terceira remessa desde 2011 que o Tribunal realiza, totalizando cerca de 100 mil mídias destruídas e recicladas. Os CDs e DVDs foram doados à empresa Coplast Indústria e Comércio de Resíduos Plásticos, que realiza a trituração em pequenas partes em Manaus, para depois reaproveitar a matéria-prima em indústria localizada no Paraná.


“Desta forma, o material proveniente do crime terá um descarte correto”, ressalta o juiz auxiliar da Presidência Adalberto Carim Antonio, e titular da Vara do Meio Ambiente e de Questões Agrárias (Vemaqa). “Esse material foi apanhado em situação irregular, certamente constituiria um problema ambiental muito grande se atirado ou deixado em ambiente aberto. A ideia é dar um destino ambientalmente correto, um descarte ecológico a este material, que será descaracterizado, triturado e daí seguirá para um reaproveitamento em uma empresa especializada”, acrescentou.

O gerente operacional da Coplast Indústria, Sidney Guerreira, explicou que o material do CD/DVD, policarbonato, ao ser reciclado, pode ser reaproveitado como matéria-prima para o farol de carro, farol de moto, e qualquer tipo de peça que possa ser injetada com policarbonato. "A iniciativa do Tribunal incentiva as pessoas que têm material obsoleto ou outro material plástico que possa ter destinação correta", acrescentou.