Publicidade
Cotidiano
Notícias

TJAM divulga prazos dos procedimentos de posse dos aprovados em concurso

O concurso foi realizado no dia 19 de agosto nos próprios municípios. No total, foram oferecidas 21 vagas para cargos de nível fundamental e médio, com salários iniciais de R$ 1.717,28 e R$ 3.281,13, respectivamente 09/10/2012 às 14:57
Show 1
Tribunal de Justiça do Amazonas
acritica.com Manaus (AM)

Os candidatos aprovados no concurso público do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM) para os municípios de Apuí, Borba, Humaitá, Manicoré e Novo Aripuanã, que formam a 5ª sub-região do Estado, deverão passar por avaliação na Junta Médica no período de 15 a 31 de outubro e apresentar seus documentos na Divisão de Pessoal do Tribunal entre os dias 15 de outubro e 07 de novembro. A assinatura do termo de posse também deve ser feita na Divisão de Pessoal até o dia 08 de novembro.

Os prazos foram divulgados esta semana pela Escola de Aperfeiçoamento do Servidor do TJAM, que coordenou o concurso. Os atos de nomeação podem ser visualizados no Diário da Justiça Eletrônico (DJE).

A avaliação na Junta Médica será realizada no período de 15 a 31 de outubro, de 8h às 14h nas terças-feiras, de 11h às 14h nas quintas-feiras, e de 08h às 14h sexta-feira.

Quanto à apresentação de documentos, os mesmos deverão ser entregues na Divisão de Pessoal do TJAM, entre 15 de outubro e 07 de novembro, no horário do expediente forense.

Veja aqui quais os documentos e procedimentos necessários para a posse.

Certame
O concurso foi realizado no dia 19 de agosto nos próprios municípios. No total, foram oferecidas 21 vagas para cargos de nível fundamental e médio, com salários iniciais de R$ 1.717,28 e R$ 3.281,13, respectivamente. Quase 7 mil candidatos se inscreveram no certame. Os candidatos aprovados atuarão nos cartórios das comarcas desenvolvendo atividades de apoio administrativo (nível médio) e operacional (nível fundamental).

Capacitação
Os novos servidores passarão por uma capacitação inicial, na sede do TJAM, em Manaus, nos dias 05 a 09 de novembro. De acordo com a coordenação da Escola de Aperfeiçoamento do Servidor, o encontro proporcionará ao novo servidor a oportunidade de conhecer os procedimentos do Tribunal de Justiça, de modo a permitir uma integração ao novo ambiente de trabalho. O objetivo é desenvolver competências relacionadas aos temas abordados, impulsionando uma atuação profissional ética e autoconfiante.

A capacitação será ministrada por instrutores do próprio TJAM, que ministrarão os conteúdos de modo a enfatizar a prática do trabalho cotidiano na instituição. O curso atende as exigências da Resolução 126 do CNJ quanto à capacitação funcional e judicial dos servidores ingressantes e faz parte de um programa de ações de formação continuada, desenvolvidas pela Escola de Aperfeiçoamento do Servidor.