Publicidade
Cotidiano
Notícias

Trinta mil pessoas estarão envolvidas nas eleições municipais no Amazonas

O desembargador Flávio Pascarelli afirmou que ao longo desta semana está fechando os últimos detalhes para o dia da votação. Uma das providências é formar no gabinete da presidência do TRE-AM um Quartel General (QG) para representantes de todos os órgão envolvidos na realização do pleito. 01/10/2012 às 22:16
Show 1
Presidente do TRE, juiz Flávio Pascarelli
Rosiene Carvalho Manaus (AM)

Cerca de 30 mil pessoas estarão envolvidas diretamente na eleição de 2012 em todo Amazonas este ano. A informação foi divulgada, ontem, pelo presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas (TRE-AM), Flávio Pascarelli.

A organização do pleito envolve funcionários da Justiça Eleitoral, juízes, promotores, policiais militares, civis e federais, voluntários, entre outros.

Os técnicos responsáveis pela distribuição das urnas e também pela transmissão do resultado do pleito no interior ao TRE-AM já estão a caminho do interior. “Estão indo de avião e, em geral, estão saindo de madrugada de Manaus”, declarou o secretário de Tecnologia da Informação, Jander Valente.

O QG funcionará durante três dias. “Um dia antes, no dia e e um dia depois do pleito. Qualquer problema que surgir em Manaus ou no interior e que formos acionados será resolvido com muito mais rapidez. E na eleição tudo precisa ser resolvido com urgência”, disse.

Câmeras do Ciops

O desembargador afirmou que os locais de votação terão prioridade na  fiscalização para combater a boca de urna. A Secretaria Municipal de Limpeza Pública (Semulsp) foi acionada para retirar os “santinhos”  que foram jogados no dia do pleito próximo às seções. Outra media será utilizar as câmeras do Ciops para identificar pessoas que cometerem irregularidades no dia do pleito.

O presidente do TRE-AM anunciou que placas que estejam próximas aos locais de votação serão todas retiradas no sábado, um dia antes da eleição. “Embora não haja um regra legal para o caso, entendemos que as placas devem ser retiradas”, afirmou.

As pessoas que forem flagradas no dia do pleito cometendo crimes eleitorais serão encaminhadas para a Arena Amadeu Teixeira, zona Centro-Sul de Manaus, e para o ginásio Zezão, na zona Norte da cidade. Treze juízes trabalharão no local.

Visita em 14 municípios

O presidente do TRE-AM, Flávio Pascarelli, informou, ontem,  que visitou 14 municípios do interior e esta semana ainda deve ir a mais duas cidades: Maués e Manacapuru.

Ontem, o desembargador recebeu denúncia contra o delegado de Maués sobre atuação imparcial do mesmo na eleição. “Devo reunir amanhã com o secretário de segurança para analisar a situação”.

Pascarelli informou que, por conta das visitas aos municípios do interior, o TRE-AM identificou problemas como outros delegados suspeitos de atuar de forma imparcial Uarini e Atalaia do Norte. “Na dúvida, decidimos afastar”.
O desembargador elogiou, ontem, o desempenho da juíza de Manacapuru, Rosália Guimarães, que determinou prisão de militares.