Publicidade
Cotidiano
AVALIAÇÃO

Universitários de 31 cursos fazem prova do Enade neste domingo (26) em todo o Brasil

A prova avalia o rendimento dos estudantes ingressantes e concluintes de cursos de graduação brasileiros; em Manaus, estudantes afirmam que em alguns locais de prova portões foram fechados antes do horário previsto 26/11/2017 às 13:49 - Atualizado em 26/11/2017 às 14:07
Show whatsapp image 2017 11 26 at 12.21.49
Foto: Winnetou Almeida
Rebeca Mota Manaus (AM)

Universitários finalistas de 31 cursos de graduação fizeram o Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade), em Manaus, neste domingo (26). A prova avalia o rendimento dos estudantes ingressantes e concluintes de cursos de graduação brasileiros e é também um ‘termômetro’ do nível das instituições de Ensino Superior.  Na capital amazonense, o início das provas ocorreu às 11h30, com fechamento dos portões às 11h.

A coordenadora do curso de pedagogia da Fametro, Ana Cristina Cruz,  destaca a importância da realização da prova no Amazonas e avalia os estudantes como competentes para responder. 

"A  prova é fundamental  para avaliar o desempenho das competências e habilidades na formação do pedagogo no Brasil. Entao é importante, pois os alunos conseguem avaliar de que forma foi passado esse aprendizado em sala de aula juntamente com os professores e o Amazonas mostra que tem capacidade em responder", enfatiza.

Estudantes perdem a prova

O estudante de segurança pública da Uninorte,  Morris Albert Viana, 42, afirma que antes das 11h a coordenação do exame já estava fechando o portão, o que impediu de fazer a prova. "Acho um desrespeito isso, pois estávamos aqui cinco minutos antes das 11h e eles já tinham fechado", conta.

O estudante de pedagodia da Uninorte Marcio Santos, conta que fará um boletim de ocorrência  por ter sido impedido de realizar as provas.

"Eu acho isso uma situação muito constrangedora. No cartão de confirmação o endereço estava no número 1469, mas o endereço certo da prova é  o número 1365", explica.

Como é o exame

A prova do Enade é composta de 40 questões, sendo 10 questões da parte de formação geral e 30 da parte de formação específica da área. As duas partes têm questões discursivas e de múltipla escolha. O componente de formação geral tem 10 questões, sendo duas discursivas e oito de múltipla escolha, envolvendo situações-problema e estudos de casos. Já o componente específico de cada área ou curso superior de tecnologia avaliado tem 30 questões, sendo três discursivas e 27 de múltipla escolha, envolvendo também situações-problema e estudo de casos.

O Enade avalia o desempenho dos alunos no ensino superior e é obrigatório. A cada três anos, o Ministério da Educação aplica a prova para um determinado grupo de cursos para acompanhar a evolução.

Neste ano, foi aplicado aos estudantes concluintes para os seguintes cursos:

Bacharel nas áreas de: Arquitetura e Urbanismo, Engenharia Ambiental, Engenharia Civil, Engenharia de Alimentos, Engenharia de Computação, Engenharia de Controle e Automação, Engenharia de Produção, Engenharia Elétrica, Engenharia Florestal, Engenharia Mecânica, Engenharia Química, Engenharia, Sistema de Informação.

Bacharel ou licenciatura nas áreas de: Ciência da Computação, Ciências Biológicas, Ciências Sociais, Filosofia, Física, Geografia, História, Letras – Português, Matemática, Química.

Licenciatura nas áreas de: Artes Visuais, Educação Física, Letras - Português e Espanhol, Letras - Português e Inglês, Letras – Inglês, Música, Pedagogia.

Tecnólogo nas áreas de: Análise e Desenvolvimento de Sistemas, Gestão da Produção Industrial, Redes de Computadores, Gestão da Tecnologia da Informação.