Publicidade
Cotidiano
Notícias

Usuários preferem WhatsApp e Skype à enviar sms e falar ao celular

Tendência é que cada vez mais pessoas abandonem os tradicionais serviços de telefonia móvel. Este fato faz com que o lucro das operadoras diminua sensivelmente. 25/02/2013 às 17:27
Show 1
Com tablets e smartphones cada vez mais populares, usuários acham o serviço de sms limitado e ultrapassado.
acritica.com Manaus (AM)

Serviços de mensagens instantâneas e gratuitas são responsáveis por queda no lucro de empresas de telecomunicações tradicionais. O assunto está sendo discutido durante a Mobile World Congress (MWC), que começou nesta segunda-feira (25), em Barcelona na Espanha.

Especialistas analisam que o uso cada vez mais assíduo do sistema de troca de dados, como a conversa em vídeo do Skype, e a troca de mensagens instantâneas e gratuitas do WhatsApp, diminuiu sensivelmente o volume de troca de SMS e ligações telefônicas por celular.

Este fato está associado à difusão cada vez maior de smartphones e tablets entre consumidores no mundo.

Com um serviço cada vez mais rápido e eficaz destas tecnologias, os consumidores estão se sentindo menos compelidos a enviar mensagens, sujeitas à cobrança de taxas por parte das operadoras.

Segundo dados divulgados na MWC pela associação mundial de operadoras de celular, a GSMA, até 2018 a internet irá ultrapassar as operadoras de celular em volume de vendas envolvendo troca de dados entre usuários de celular. A estimativa é que até lá, as novas ‘teles’ faturem US$ 559 bilhões, enquanto operadoras tradicionais fiquem com US$ 547 bilhões.

Uma alternativa encontrada pelas empresas de telefonia celular para tentar balancear a situação é criar promoções com preços mais atrativos na cobrança das taxas ao consumidor. Além de introduzir tecnologias semelhantes à de troca de dados nestes serviços.

 A AT&T, China Mobile, Orange, Telecom Italia e Telefonica, por exemplo, já desenvolvem seus próprios programas de troca de dados por meio de mensagens de celular.