Publicidade
Cotidiano
Notícias

Vagas de emprego em shopping exigem qualificação de candidatos

Uma boa qualificação fará toda diferença entre os candidatos que têm em vista uma das 6 mil vagas no varejo local do Amazonas 13/11/2012 às 09:42
Show 1
Da lista de shopping centers em construção, o primeiro a abrir as portas será o Shopping Ponta Negra, já em 2013
acrítica ---

Com a promessa de 6 mil vagas no comércio, no mínimo, nos próximos três anos, no setor de shopping centers,  candidatos a ingressar neste setor precisam apostar na qualificação. Empresários do varejo reclamam que é baixa a procura por qualificação, por conta própria, entre aqueles que já atuam no comércio. Atualmente, o varejo local ocupa em torno de 257 mil comerciários com carteira assinada, conforme a Câmara dos Dirigentes Lojistas de Manaus (CDL-Manaus).

O presidente da entidade, Ralph Assayag, lembra que, muitas vezes, são os próprios lojistas que “brigam” para capacitar seus funcionários, na tentativa de ter um diferencial no atendimento. Ele conta que, em virtude da demanda para fim de ano, muitas pessoas são contratadas apenas com requisitos mínimos, como conhecimento básico de informática. “O que vai valer é dentro. Ele precisa mostrar vontade de permanecer no emprego”, apontou, acrescentando que cursos de qualificação podem contribuir para isso.

Assayag distinguiu o perfil de um funcionário de shopping para um que trabalha no “bate-palma” (referência ao comércio do Centro), advertindo que a instrução, nesse caso, não é tudo. “Um pós-graduado pode trabalhar no último, enquanto um com apenas ensino médio completo pode ser contratado para o primeiro. O que muda é o estilo de vendas, afinal, nenhum funcionário de shoppings aborda os seus consumidores com palmas ou gritos”, disse.

Vantagem

A presidente da Associação Brasileira de Recursos Humanos Sectorial Amazonas (ABRH-AM), Elaine Jinkings, assegurou que os funcionários obtêm vantagens competitivas quando participam de  cursos, como os que são ofertados pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac).

Em sua avaliação, como os shoppings centers estarão abrindo as portas nos próximos três anos - o shopping Ponta Negra fará isso nos primeiros meses de 2013 –, ainda há tempo para se investir em qualificação.

Segundo ela, além dos cursos – algumas vezes disponibilizados gratuitamente – deveria haver serviço de orientação de colocação no mercado nas próprias escolas de nível médio, onde está o público de vendas comércio. Desta forma, se um aluno tem interesse em determinada área, seria orientado sobre quais passos seguir para chegar aquele destino. “Se tivesse política governamental de orientação, diminuiria a falta de mão de obra qualificada”, destacou.