Publicidade
Cotidiano
Notícias

Vanessa Grazziotin anuncia candidatura a Prefeitura de Manaus no Senado

Durante plenário, a senadora do PCdoB explicou o motivo da sua candidatura a Prefeitura de Manaus, que acontecerá  em outubro deste ano 03/07/2012 às 19:43
Show 1
Vanessa afirmou que pretende criar aliança entre Prefeitura, Estado e Governo Federal
Acritica.com Manaus

A senadora e candidata a prefeitura de Manaus, Vanessa Grazziotin (PCdoB), anunciou em Plenário do Senado nesta terça-feira (3) quer irá disputar a Prefeitura de Manaus nas eleições deste ano. Durante o discurso, Vanessa sustentou que pretende construir a aliança entre as três esferas municipais, estaduais e federais.

Sobre sua indicação como representante majoritária de pelo menos dez partidos, Vanessa disse: “Mais do que nomes, o que sempre nos pautou foi a busca incessante da unidade que pudesse, no âmbito municipal, implantar as políticas econômicas e sociais que têm marcado a trajetória de nosso campo político”. A aliança terá, além do PCdoB, PT, PSD, PMDB, PP, PV, PTN, PSL e PSC.

Conforme a senadora a escolha de seu nome não foi uma medida simples, e lembrou a indicação da deputada federal Rebbeca Garcia (PP) . Grazziotin disse que, com a desistência de Rebbeca Garcia, os partidos passaram a buscar um consenso em torno de “alguém que reunisse as condições políticas e técnicas para a tarefa e tivesse a necessária densidade eleitoral”. Os nomes naturais, continuou, foram o do senador Eduardo Braga (PMDB) e o dela própria, Vanessa Grazziotin. Alegando compromissos assumidos na liderança do governo no Senado, Eduardo Braga não assumiu a candidatura.

A senadora disse que aceitou a indicação como um desafio: “Eu jamais permitiria que ficássemos sem um candidato que pudesse representar esse projeto vitorioso e progressista que estamos implantando no Brasil e no Amazonas. Nosso objetivo agora, em 2012, é dar continuidade a um projeto que vem contribuindo para a construção de uma sociedade melhor, que valoriza as pessoas, a distribuição de renda e uma vida mais digna para a nossa gente”, disse a senadora.

A senadora foi cumprimentada pelos senadores Paulo Davim (PV-RN), Blairo Maggi (PR-MT), Ana Amélia (PP-RS) João Capiberibe (PSB-AP) e Lídice da Mata (PSB-BA).

 Conforme a legislação federal, Vanessa não precisa pedir afastamento do cargo e caso perca as eleições volta a ocupar o cargo no Senado. Desta forma, o seu primeiro suplente só ocupará sua vaga caso ganhe as eleições em Manaus.

* Com informações da Agência Senado.