Publicidade
Cotidiano
Notícias

Vereadores de Manaus participarão de curso de formação para aprenderem a revisar propostas

Uma série de palestras será ministrada aos parlamentares para ajudar a entender a melhor forma metodológica de discutir a revisão do plano diretor 14/07/2012 às 17:40
Show 1
Subcomissão que trata das questões ambientais do Plano Diretor: Mário Bastos (à esquerda), Joaquim Lucena e Massami Miki.
Mariana Lima Manaus

Os vereadores vão participar, durante esta semana, de um curso intensivo para aprender a analisar e propor emendas ao projeto de revisão do Plano Diretor de Manaus (PDM) que já circula na Casa Legislativa há mais de quatro meses. A partir de quarta-feira, uma série de palestras será ministrada aos parlamentares por 12 representantes de órgãos do Governo do Estado para ajudar os parlamentares a entender a melhor forma  metodológica de discutir a revisão do plano.

Os órgãos  receberam, na manhã de sexta-feira (13), o convite para ministrarem as palestras. Apesar de não haver a confirmação dos nomes dos palestrantes, o coordenador técnico do projeto de revisão Plano Diretor de Manaus, engenheiro civil, Manoel Paiva, afirmou que não haverá problemas na condução das atividades: “Os convites foram enviados para as instituições e não são nominais. O importante é que os órgãos participem e ministrem o assunto, não o nome de quem irá realizar a palestra”, disse o coordenador.

Onze palestras serão apresentadas entre os dias 18 e 24 deste mês. Os temas e instituições convidadas foram definidas na quinta-feira durante a reunião entre a comissão técnica de revisão do Plano Diretor e o presidente da CMM, Isaac Tayah (PSD).

Os temas a serem abordados, segundo Paiva, servirão para os parlamentares adquirirem conhecimento “dos problemas e soluções de cada área que serão expostos pelos palestrantes”. Segundo o coordenador técnico, após as explanações, os vereadores terão conhecimento para “discutir o projeto de lei que a Prefeitura enviou para a CMM”. Estão previstos para acontecer duas palestras por dia com uma hora de duração cada.

As palestras serão realizadas em horário diferente do das das reuniões plenárias da  Casa Legislativa. Entre segunda e quarta, por exemplo, quando há sessão plenária, as palestras ocorrerão às 14h e 15h. Nas quintas e sextas, quando não há sessão, os vereadores terão as palestras às 9h e 10h.

Na quarta-feira da semana passada, o  vereador Luiz Alberto Carijó (PDT) cobrou do presidente da CMM,  Isaac Tayah (PSD), que seja dada prioridade aos debates sobre o projeto de revisão do Plano Diretor. O vereador sugeriu que as tribunas populares que ocorrem na abertura das sessões plenárias e as as sessões especiais de homenagem sejam suspensas para dar lugar as reuniões da comissão e das subcomissões de revisão do plano.

Carijó ressaltou que o prazo para aprovação do plano diretor,  até o final de novembro,  é curto. E os vereadores estão em plena campanha eleitoral para tentar continuar na Casa.

Os assuntos   

Situação fundiária do município.

Revitalização e valorização do centro histórico de Manaus.

Expansão urbana.

Crescimento de Manaus com sustentabilidade.

Águas subterrâneas no município.

Uso e ocupação do solo no município de Manaus.

Políticas de tratamento de resíduos sólidos.

Mobilidade urbana integrada do município.

Plano diretor da Região Metropolitana de Manaus.

Cidade universitária da UEA. 

Propostas para melhoria de acessibilidade.