Publicidade
Cotidiano
Notícias

Viagens domésticas no aeroporto de Manaus recuam 6%

Até novembro, o Aeroporto Internacional Eduardo Gomes foi mais requisitados por turistas estrangeiros do que por domésticos 06/01/2014 às 14:51
Show 1
Aeroporto Eduardo Gomes
Mônica Dias Manaus (AM)

No ano passado, os manauaras viajaram menos pelo Brasil. De acordo com os dados da Infraero, o número de embarques domésticos caiu em relação a 2012, registrando recuos superiores a 6% em todos os meses entre janeiro e novembro.

A informação é do superintendente regional do Aeroporto Internacional Eduardo Gomes, Aldecir Lima, que atribuiu o fato à instabilidade econômica que marcou 2013. Por outro lado, o número de passageiros internacionais desembarcados na cidade superou os de 2012 em todos os meses, o que deve se repetir este ano, pela abertura de novos voos internacionais e por causa da Copa do Mundo.

O balanço completo da Infraero sai na próxima sexta-feira. Até ontem, os dados disponíveis mostravam os números correspondentes ao período de janeiro até novembro. Durante os 11 meses registrados, o número total de passageiros que embarcaram e desembarcaram no Aeroporto Internacional Eduardo Gomes apresentou queda durante todos os meses, sendo a maior delas no mês de junho, com -6,35% em relação ao ano anterior.

A queda mais significativa aconteceu nos voos domésticos, verificada em todos os meses, sendo as mais acentuadas (superior a 7%) em janeiro, março e junho. Os dados mostram que mais passageiros embarcaram para outras cidades do Brasil do que desembarcaram em Manaus. Porém, em relação a 2012, mas desembarques foram registrados. No total, 2.626.759 viagens domésticas foram registradas entre janeiro e novembro.

Internacionais

Já nos vôos internacionais, a história foi outra. Mesmo em face de uma parcela menor de voos em quantidade, em porcentagem eles foram mais equilibrados que os domésticos. Entre janeiro e maio, a quantidade de embarques foi superior a 28%, chegando a 50,93% em maio. Porém, entre junho e novembro, os números foram negativos, chegando a -27,05% em julho. Ao todo, 193.881 viagens para outros países foram registradas durante os onze meses, incluindo embarques e desembarques.

Aldecir Lima explica que os números internacionais não sofreram tanto por causa da rota de grandes cruzeiros, onde a maioria dos passageiros chega na capital de navio e volta de avião. “Temos operação com oito vôos internacionais trazendo cerca de três mil estrangeiros no período de alta temporada, que acontece entre outubro e março. Em 2013, seis dessas operações foram feitas. Fora isso, cada vez mais pessoas de outras regiões do país desembarcam na capital e pegam voo direto para o exterior”.

Haverá mais voos para Manaus

O superintendente da Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária, Rubem Lima, estima que haverá aumento nos vôos em 2014. Segundo ele, a Copa do Mundo e a abertura de dois vôos internacionais devem movimentar o aeroporto internacional Eduardo Gomes este ano. Lima prevê que o local deve experimentar um crescimento superior a 10% no total de voos.

“A Copa do mundo deve criar um cenário econômico mais favorável e isso vai refletir diretamente na procura por viagens. Além disso, A TAP (com voos diretos para Portugal) e a Conviasa (com voos diretos para a Venezuela) passam a atuar no aeroporto de Manaus, o que deve consolidar cada vez mais os voos internacionais. Em 2013, vamos fechar com uma média de 3.100 milhões, para este ano, esperamos 3.400 milhões”.