Publicidade
Cotidiano
Notícias

Vila olímpica de Manaus será reformada em fevereiro

O anúncio foi feito nesta sexta-feira pela Assessoria de Comunicação da Fundação (FVO), que se prepara também para dar largada ao calendário de inscrições para as escolinhas de iniciação esportiva 07/01/2012 às 15:19
Show 1
No começo de 2011, Sandro denunciou a deterioração da pista
Emanuel Mendes Siqueira Manaus

Uma boa nova para os amantes do esporte. Em fevereiro, a pista da Vila Olímpica de Manaus passará por uma reforma nas raias vermelhas, que atualmente encontram-se esfareladas e prejudicando os usuários. O anúncio foi feito nesta sexta-feira pela Assessoria de Comunicação da Fundação (FVO), que se prepara também para dar largada ao calendário de inscrições para as escolinhas de iniciação esportiva.

A reforma, segundo a FVO, deverá atender a uma reclamação que ganhou eco ano passado, quando o bicampeão pan-americano Sandro Viana mostrou que  as raias vermelhas do piso emborrachado encontravam-se  deterioradas.

No final do ano passado, uma comitiva da Mondo/Play Piso, fornecedora do material, esteve na cidade e se comprometeu junto à FVO que vai repaginar a pista. Não haverá custos para o Governo do Estado, já que o desgaste aconteceu dentro do prazo de validade do contrato.

Além das disputas dos campeonatos estaduais, a pista da Vila  recebe competições da esfera municipal, como a Corrida dos Curumins e os Jogos dos Servidores Públicos, além da etapa estadual dos Jogos do Sesi.

Outro fato a comemorar nesta temporada será a melhoria da infraestrutrura do CT de tênis de mesa, que receberá o material que sobrou da última edição da Copa do Brasil, que aconteceu em Manaus no ano passado.

Escolinhas

Quanto à iniciação esportiva, ao contrário do que foi escrito na edição desta  sexta-feira  no MANAUS HOJE, as inscrições para as escolinhas só começam em 13 de fevereiro, indo até o dia 17 do mesmo mês. 

Não haverá prejuízo à comunidade, já que  a equipe de Aldemar Affonso e Ariovaldo Malízia, está se reunindo para ampliar a oferta de modalidades. O boxe, por exemplo, deve entrar na lista das escolinhas. E a faixa etária do público alvo deve cair, para incluir mais jovens no esporte.