Publicidade
Cotidiano
ACIDENTE EM ANORI

Vítimas de explosão em Anori seguem estáveis e recebendo cuidados médicos

O delegado Paulo Gadelha, titular da delegacia de Anori, relatou que a polícia realizará uma investigação sobre o caso 15/10/2017 às 17:21
Show 1105883
(Foto: Winnetou Almeida)
acritica.com Manaus (AM)

A Secretaria Estadual de Saúde (Susam) divulgou na tarde deste domingo (15), nota informando sobre o estado das vítimas da explosão de embarcações em Anori, ocorrido no início da noite de sexta-feira (13). O acidente aconteceu durante a transferência de combustível entre duas embarcações.

O delegado Paulo Gadelha, titular da delegacia de Anori, relatou que a polícia realizará uma investigação sobre o caso. As vítimas foram transferidas para Manaus na madrugada deste sábado (14). O Corpo de Bombeiros atuou no controle do sinistro e auxiliou na remoção das vítimas para cuidados especializados em Manaus. A Susam encaminhou ambulâncias para a remoção dos pacientes até os hospitais da capital, onde recebem tratamento médico.

Leandro Albuquerque Momoria, Benesson Ribeiro de Souza e Nehilton Santos da Silva estão internados no Hospital 28 de Agosto. Jaime Viana Xavier é o único internado no Hospital João Lúcio.

Leandro continua Internado na UTI do Centro de Tratamento de Queimados (CTQ), desde sábado (14). Apresentou melhoria clínica, respira espontaneamente, mantendo pressão arterial na faixa normal sem a necessidade de medicações, iniciando a alimentação oral, com nível de consciência normal.

Benesson Ribeiro de Souza segue internado na UTI do CTQ em estado grave, respirando com auxílio de aparelhos, sedado levemente, recebendo nutrição enteral e mantendo pressão arterial com a necessidade de medicações.

Já Nehilton apresentou quadro de intoxicação por inalação de fumaça, permanece internado no PS 28 de Agosto, com diagnóstico de pneumonite química (provocada por inalação de fumaça de queima de óleo). Liberado no sábado da ala de estabilização, o paciente foi encaminhado para o ambulatório, onde iniciou tratamento com medicação para melhora pulmonar.

O jovem Jefferson Lomas Marialva, 16 anos, teve intoxicação por inalação de fumaça e teve alta hospitalar no sábado (14) pela manhã.

No hospital João Lúcio, Jaime Viana Xavie, foi avaliado por cirurgião geral e ortopedista, sendo submetido a procedimento cirúrgico ortopédico. Seu estado clínico é estável, lúcido e orientado, em ar ambiente. Segue recebendo cuidados médicos e da enfermagem.