Publicidade
Cotidiano
Notícias

Voto de quatro de seis ministros do STF condenam José Dirceu por corrupção ativa

Até às 16h40 (de Brasília) quatro dos seis ministro que leram seus votos foram a favor da condenação ex-ministro da casa civil do governo Lula, José Dirceu. Dos seis, apenas Lewandowski foi a favor da absolvição de José Genoino 10/10/2012 às 09:49
Show 1
Dirceu teve a seu favor até agora a defesa de Lewandowski e Dias Toffoli
Site /STF ---

O Plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) prossegue no julgamento da Ação Penal (AP) 470, na sessão extraordinária convocada para esta terça-feira (9). Nesta tarde, manifestam-se os ministros que ainda não votaram quanto à acusação de corrupção ativa.

Na última quinta-feira (4), os ministros deram sequência à análise da parte da AP na qual a Procuradoria Geral da República (PGR) imputa o crime de corrupção ativa contra os réus José Dirceu, José Genoino, Delúbio Soares, Marcos Valério, Ramon Hollerbach, Cristiano Paz, Rogério Tolentino, Simone Vasconcelos, Geiza Dias e Anderson Adauto.

A prática do crime de corrupção ativa está prevista no artigo 333 do Código Penal e, com relação à AP 470, descrita no item VI da denúncia. Até agora, quatro dos dez ministros já proferiram voto.

Veja como votou cada ministro, até o momento:

Ministro Joaquim Barbosa, relator – pela absolvição de Geiza Dias e Anderson Adauto, e pela condenação dos demais réus acusados de corrupção ativa.

Ministro Ricardo Lewandowski, revisor – pela absolvição de Geiza Dias, Anderson Adauto, Rogério Tolentino, José Genoino e José Dirceu, e pela condenação dos demais réus.

Ministra Rosa Weber – pela absolvição de Geiza Dias e Anderson Adauto, e pela condenação dos demais réus.

Ministro Luiz Fux – pela absolvição de Geiza Dias e Anderson Adauto, e pela condenação dos demais réus.

Ministro Dias Toffoli – pela absolvição de Geiza Dias, Anderson Adauto, Rogério Tolentino e José Dirceu, e pela condenação dos demais réus.

Ministra Cármen Lúcia – pela absolvição de Geiza Dias e Anderson Adauto, e pela condenação dos demais réus.

(Atualizada às 16h40)