Publicidade
Eleições
PLEITO CARO

Eleição suplementar no Amazonas custará R$ 34,5 milhões, diz diretor-geral do TRE

O acréscimo se deve ao pagamento da logística de transporte especial para duas comunidades distantes de Coari 16/08/2017 às 16:13 - Atualizado em 16/08/2017 às 16:27
Show urna
Foto: Reprodução/Internet
Camila Pereira Manaus (AM)

O custo total da eleição para os dois turnos será de R$ 34,5 milhões, segundo o diretor geral do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-AM), Messias Andrade. O acréscimo se deve ao pagamento da logística de transporte especial para duas comunidades distantes.

“Recebemos ontem (terça-feira) R$ 11 milhões para o segundo turno. O previsto era 8,5 milhões. Mas recebemos mais 2,5 milhões para poder complementar o pagamento da logística de transporte especial, que são os helicópteros”, afirmou o diretor-geral. “Duas comunidades de Coari que são de difícil acesso que precisarão desses pontos de helicóptero, já que só a embarcação não foi suficiente”.

Segundo o diretor-geral, a expectativa é que chegue mais R$ 1 milhão para complementar a diária de Policiais Militares e da logística de transporte. “Ficou muito acima daquilo que nós esperávamos, por conta de ter aumentado as passagens aéreas e alimentação. Estamos aguardando o retorno do TSE (Tribunal Superior Eleitoral)”.