Publicidade
Entretenimento
Buzz

Adolescentes usaram drogas antes de matar estudante da UFAM, na Bahia

Durante coletiva de imprensa nesta segunda-feira, delegadas contaram os detalhes das investigações e dos depoimentos dos dois suspeitos 12/03/2012 às 20:18
Show 1
Delegada Christiane Inocencia Xavier e Delegada Heloisa Campos Brito
Acritica.com Manaus

Adolescentes que assassinaram a estudante de Biologia da Universidade Federal do Amazonas, Natália Penhalosa, na Bahia na última terça-feira (6) afirmaram estar sob efeito de drogas. Segundo as delegadas responsáveis pelas investigações os adolescentes afirmaram que usariam o dinheiro do assalto para comprar entorpecentes e roupas.

As informações foram dadas pela diretora do Departamento de Polícia Metropolitana do Estado (DEPOM), Heloísa Campos, e pela titular da Delegacia de Proteção ao Turista (Deltur), Christiane Inocência Xavier, na tarde desta segunda-feira (12) em Salvador.

Durante a coletiva de imprensa, a delegada Heloísa Campos ressaltou que o sucesso na apreensão dos adolescentes se deu após a divulgação dos retratos falados e a ajuda da comunidade que forneceu diversas informações para auxiliar nas investigações.

Segundo as informações da polícia civil da Bahia, os dois menores possuem 15 anos de idade. O garoto que assumiu ter disparado contra a testa da estudante foi apreendido ainda no sábado (10) quando se entregou à polícia acompanhado da mãe e do advogado. O segundo infrator apresentou-se no último domingo (11) com a madrasta.

Em depoimento os adolescentes alegaram que eram usuários de maconha e que usariam o dinheiro do assalto para comprar drogas e roupas. “Um deles afirmou que pretendia adquirir um presente para o avô, aniversariante naquele dia”, disse a titular da Deltur.

Os adolescentes afirmaram que haviam consumido a droga minutos antes de realizar o assalto e alegaram que o tiro não foi intencional e que após cometer o crime jogaram a arma na Lagoa do  Abaeté. Nenhum dos dois jovens assumiu ser o proprietário do revólver calibre 38.

Os dois adolescentes foram encaminhados a Delegacia para Adolescente Infrator (DAI) em Salvador.

* Com informações da assessoria de imprensa da Polícia Civil da Bahia.