Publicidade
Entretenimento
Buzz

Advogado de Marcelo Faria quer fazer acordo com segurança agredido

Segundo o advogado do ator, "há interesse em ambas as partes" no acordo. Ele conta que Marcelo ficou muito triste com o que ocorreu, e que isso "lhe causou muito mal" 25/07/2012 às 08:55
Show 1
Marcelo Faria
uol/celebridades ---

Marcelo Faria e seu advogado, Técio Lins e Silva, estão buscando fazer acordo com o segurança Fabrício Lopes, que afirma ter sido agredido pelo ator na última quarta-feira (18), na casa de shows Miranda, no Rio de Janeiro. Eles marcaram uma reunião para esta quarta-feira (25).

Segundo Silva, "há interesse em ambas as partes" no acordo. Ele conta que Marcelo ficou muito triste com o que ocorreu, e que isso "lhe causou muito mal".

Outro passo dado pelo ator para a reconciliação teria sido uma ligação que ele fez para o Fabrício no domingo (22), pedindo desculpas pelo ocorrido. O segurança, que diz não saber se perdoou Faria, confirmou que irá ao encontro: "Vamos ver o que eles tem para falar".

De acordo com o advogado de Fabrício, Edmilson Sobral, seu cliente não deve abrir mão de nenhuma fase do processo. "O acordo é só uma delas; se vai ter ou não, isso é a critério do Fabrício", disse.

Confusão em show

A casa de show Miranda, na zona sul do Rio de Janeiro, divulgou na quinta-feira (19) um comunicado afirmando que o ator Marcelo Faria havia agredido o segurança da casa durante o lançamento do disco “Brenguelé”, do cantor Rogê, na noite de quarta (18). O segurança, que registrou queixa na 14ªDP (Leblon), afirmou que o ator o agrediu com uma garrafada depois de ser impedido de entrar na área reservada às pessoas que compraram ingressos de mesa. Fabrício levou seis pontos na testa, e espera retirá-los ainda nesta semana.

Na sexta-feira (20), foi a vez de o advogado do ator declarar que Faria "quer reparar o erro". "Marcelo não está confortável com essa situação, está se sentindo mal. Ele jamais pretendeu machucar o rapaz, é um ser humano e lamenta profundamente o ocorrido. Ele não estava bem emocionalmente e vai fazer o que for possível para diminuir as consequências", garantiu Técio Lins Silva.