Publicidade
Entretenimento
Vida

AFF se consolida no circuito nacional de festivais de cinema brasileiro em sua 9º edição

Neste ano, as exibições aconteceram em Manaus, Itacoatiara, Maués, Parintins, Presidente Figueiredo, São Gabriel da Cachoeira, além da comunidade do Pau Rosa, que fica na área rural da capital amazonense. 10/11/2012 às 16:41
Show 1
AFF se firma no circuito nacional em sua 9º edição
acritica.com Manaus (AM)

Nesta sexta-feira (9) no encerramento da nona edição do Amazonas Film Festival, o governador do Amazonas em exercício, José Melo, disse, ao entregar o prêmio de melhor filme (“Era uma vez eu, Verônica”), que o evento consolida a política estadual de incentivo à produção cinematográfica local e que a participação de produtores audiovisuais locais e adolescentes do programa Jovem Cidadão na nona edição do evento.

“Esse é somente um dos grandes eventos dentro do leque cultural que o Amazonas realiza. Um evento que não só projeta a imagem do nosso Estado lá fora, mas também traz de lá para cá experiências importantes que permitem essa troca de conhecimento”, frisou Melo, destacando que o Amazonas Film Festival, promovido pelo Governo do Estado através da Secretaria de Cultura (SEC), já é considerado um dos mais importantes eventos de produção cinematográfica do País.

“A décima edição deste festival será ainda mais importante porque ele é um projeto continuado e vai continuar sendo aprimorado. Quem ganha com isso é o povo amazonense. Portanto, é com muita alegria que estou aqui representando o governador Omar Aziz. Estamos felizes em ver esse patamar que, hoje, o Amazonas alcança”, afirmou Melo.

O secretário estadual de Cultura, Robério Braga, destacou que o festival possibilita o acesso gratuito das produções. “Há dois dias, os índios de São Gabriel da Cachoeira assistiram pela primeira vez um filme na telona. Essa é a prova da ação do Amazonas Film Festival que chega longe”, enfatizou.

Neste ano, a nona edição trouxe cinco mil horas de filmes, sendo 37 filmes na mostra competitiva e mais de 174 produções nas mostras paralelas. Ao todo foram exibidos 211 filmes entre curtas e longas-metragens, 31 produções a mais do que na edição passada.

Inovações em 2012

Entre as novidades, a mostra de 30 curtas produzidos por estudantes do projeto Jovem Cidadão, do Governo do Amazonas. O trabalho é resultado do curso de cinema inserido na grade educacional do Jovem Cidadão, cuja filosofia é oferecer alternativas para que crianças e jovens não sigam o caminho das drogas.

Outro destaque foi a participação de duas produções de diretores amazonenses nas categorias competitivas Internacional e Curta-Metragem Brasil. Sérgio Andrade, com o longa “A Floresta de Jonathas”, concorreu na categoria Internacional, e Dheik Praia disputou na categoria melhor Curta-Metragem Brasil com “Rota da Ilusão”.

O Amazonas Film Festival também ofereceu gratuitamente oficinas, palestras e debates a fim de incentivar a capacitação dos profissionais da área e promover o intercâmbio entre o público e personalidades do cinema nacional e internacional.

 Prêmios

- Prêmio Aquisição Canal Brasil - filme "Linear"

- Roteiro inédito para Curta Metragem Amazonas - "Strip Solidão" Flavia Lidiane

- Curta Metragem Amazonas Documentário - Prêmio Público "Retratos de Manaus", Sérgio Cobelo

- Curta Metragem Amazonas Documentário Prêmio Juri Melhor Fotografia - "Chã Molhado" de Everton Macedo e Lucas Paulino

- Curta Metragem Amazonas Melhor Roteiro - "Retratos de Manaus" de Sérgio Cobelo

- Curta Metragem Amazonas Melhor Diretor - Everton Macedo do filme "Chão Molhado"

- Curta Metragem Amazonas Melhor Documentário - "Chão Molhado" de Everton Macedo e Lucas Paulino

- Curta Metragem Amazonas Ficção Prêmio Público - filme "Uma Doce Dama"

- Curta Metragem Amazonas Ficção Premio Júri Melhor Fotografia - Filme - Ricardo Araújo e Leonardo Mancini e "A Última no Tambor"

- Curta Metragem Amazonas Ficção Melhor Roteiro - Diego Nogueira Caio Henrique filme "Póstumo"

- Curta Metragem Amazonas Ficção Melhor Atriz - Beatriz Beraldo filme "Et set era"

- Curta Metragem Amazonas Ficção Melhor Ator - Breno Castelo filme "A Última no Tambor"

- Curta Metragem Amazonas Ficção Melhor Diretor - Rafael Ramos dos Santos do filme "A Segunda Balada"

- Curta Metragem Amazonas ficção Melhor Filme - filme "Et set era"

-Curta Metragem Brasil Prêmio Público - filme "A galinha que Burlou o Sistema"

- Curta Metragem Brasil Prêmio Júri Especial - filme "A Cidade", de Liliane Sulzbach

- Curta Metragem Brasil Prêmio Melhor Fotografia - André Brandão do filme "Monumento"

- Curta Metragem Brasil Prêmio Melhor Roteiro - Gabriela Amaral do filme "A Mão que Afaga"

- Curta Metragem Brasil Melhor Atriz - Luciana Paes do filme "A Mão que Afaga"

- Curta Metragem Brasil Prêmio Melhor Ator - Rafael Souza Ribeiro do filme "A Dama do Estácio"

- Curta Metragem Brasil Prêmio Melhor Diretor - Nara Dormande do filme "Dia Estrelado"

- Curta Metragem Brasil Prêmio Melhor Filme - Filme "Linear", de Amir Admoni

- Categoria Longa Metragem Prêmio Público - Filme "Teddy Bear"

- Longa Metragem Melhor Fotografia - Adam Stone do filme "Submissão"

- Longa Metragem Melhor Roteiro - Paul Levery do filme "The Angels Share"

- Longa Metragem Melhor Atriz - Hermila Guedes do filme "Era uma vez eu, Verônica"

- Longa Metragem Melhor Ator - Begê Muniz do filme "Floresta de Jonathas" (filme amazonense)

- Longa Metragem Melhor Diretor - Mads Mathiesen do filme "Teddy Bear"

- Longa Metragem Melhor Filme - "Era uma vez eu, Verônica"