Publicidade
Entretenimento
Audiovisual

Além de 'Game Of Thrones': conheça séries que retratam as monarquias pelo mundo

A CRÍTICA reuniu cinco séries de TV com a temática para quem gosta de viajar nas tramas sobre as realezas – sejam elas baseadas em fatos reais ou não 22/01/2018 às 12:31 - Atualizado em 22/01/2018 às 12:39
Show b0121 8f
Novela 'Deus Salve O Rei' vem sendo comparada ao formato de 'Game Of Thrones' (acima) (Fotos: Reprodução)
Laynna Feitoza Manaus (AM)

Com a estreia da nova novela das 21h, “Deus Salve O Rei”, que fala sobre a batalha entre os reinos fictícios de Montemor e Artena, há quem tenha comparado o folhetim à tradicional série “Game Of Thrones”, que há anos prende milhares de telespectadores. O visual medieval, com a presença de reis, rainhas, príncipes e princesas nas duas produções endossou a comparação.

(Cena da novela "Deus Salve o Rei")

O fato é que a série sobre a batalha pelo Trono de Ferro - ainda que “Game of Thrones” seja considerada a melhor do gênero - não é a única produção a envolver monarquias. Outra produção bastante comentada recentemente é “The Crown”, série que fala sobre a vida da rainha Elizabeth II, embora esta seja um pouco mais real, sisuda e atual. A CRÍTICA reuniu cinco séries de TV com a temática para quem gosta de viajar nas tramas sobre as realezas – sejam elas baseadas em fatos reais ou não.

‘Reign’

Baseada em fatos reais, “Reign” conta a história de Mary (Adelaide Kane), rainha da Escócia, que assumiu o trono ainda bebê com a morte do seu pai, o rei James. Na trama, que se passa em meados de 1500, ela cresce em um convento, onde é protegida dos inimigos políticos de sua coroa. Ao sair de lá, aos 15 anos, ela encontra Francis, o príncipe herdeiro da França, a quem está prometida desde a infância. A vida de Mary, uma rainha católica, é marcada pela batalha ao trono da Inglaterra – do qual também é herdeira – com sua prima, a rainha Elizabeth I, uma rainha protestante. A série é do canal CW, mas também está no Netflix.

‘Victoria’

Outra rainha da Inglaterra também teve a sua vida abordada: Victoria (Jenna Coleman), rainha reinante no período de 1837 até 1901, ano em que morreu. A monarca assumiu o trono inglês aos 18 anos, com a morte do seu tio, o rei William IV, que não teve filhos e a nomeou como sua herdeira. Também baseada em fatos reais, a série mostra uma Victoria que, mesmo jovem, não se deixava levar por ordens desnecessárias e enfrentava a mãe e um outro tio que queria manipulá-la. A série, do canal ITV, também mostra na pele da monarca uma menina romântica, que se casou com o primo, o príncipe Albert. Juntos, eles revolucionaram sua época.

‘The White Queen’

Antes da Era Tudor, existiu o período da Guerra das Rosas, e é inspirado nele que se desenrola a série “The White Queen”. A personagem principal é Elizabeth Woodville (Rebecca Ferguson) e a trama se desenrola em meados de 1400. A produção retrata a batalha de 30 anos entre os clãs Lancaster e York pelo domínio da Inglaterra. A produção aborda o casamento de Elizabeth com o rei Edward IV da Inglaterra. Só que, por ela ser viúva, o casamento era visto como ilegitimo - e, para completar, ela pertencia a uma dinastia oposta a do rei. Mas o monarca, determinado, a toma por sua esposa. A história, baseada no romance da escritora britânica Philippa Gregory, acaba sendo narrada por mais duas mulheres além de Elizabeth: Margaret Beaufort e Anne Neville.

‘The Tudors’

A produção narra a história do polêmico rei Henrique VIII (Jonathan Rhys Meyers), da dinastia Tudor – reinante durante o século 16. A vida extravagante do rei, junto à paranoia de ter um herdeiro homem fez o rei se casar diversas vezes – e até a matar algumas de suas esposas. Henrique, que governou entre 1509 e 1547, também tinha suas concubinas, e a série mostra bastante a virilidade do monarca, que em determinado momento, se posiciona contra os mandos e desmandos da Igreja Católica. Henrique também é conhecido por mandar executar Ana Bolena, sua segunda esposa, por acusá-la de traição e incesto. O rei e Ana eram pais de Elizabeth I. A série foi transmitida pelo canal Showtime, mas também está na Netflix.

‘The Last Kingdom’

A série retrata um período mais antigo do que o das outras séries: a história mostrada se passa no ano de 872. Na época, a Inglaterra entrava em um verdadeiro colapso, porque começou a ter seu governo reivindicado pelos vikings, o que comprometeu muitos reinos. O único reino a não se render à invasão foi o reino de Wessex. Na trama, devido aos ataques dos vikings, o pequeno Uhtred (Alexander Dreymon) vê os pais morrerem e ele acaba sendo capturado pelos guerrilheiros rivais. Ao crescer, inconformado com o seu passado, ele toma a decisão de tentar resgatar o reino em que nasceu das mãos dos vikings. A série foi produzida pelo canal BBC.