Publicidade
Entretenimento
Vida

Amazonense expõe obra no museu 'Louvre' em Paris

A obra “Fúria verde” do artista plástico e chargista Euros Barbosa, foi a selecionada para participar da Salon National des Beaux-Arts 13/10/2012 às 11:01
Show 1
Artista plástico e chargista Euros Barbosa
Gabriel Machado ---

Responsável por conservar grandes obras da História da Arte, como a Mona Lisa, a Vitória de Samotrácia e a Vênus de Milo, o Louvre, um dos mais importantes – e extensos – museus do mundo, receberá, no dia 13 de dezembro, um trabalho do conceituado artista plástico e chargista amazonense Euros Barbosa.

A obra, intitulada “Fúria verde” (“Rage vert” em francês), dividirá os holofotes com outros 11 trabalhos de artistas brasileiros, como os renomados Nuno Ramos e Magda Colares, no Salon National des Beaux-Arts (SNBA), exposição que acontece anualmente no Carrouseul do Louvre, com curadoria do paulista Marcelo Neves.

“O convite dele (Neves) para eu expor no museu surgiu de uma conversa entre ele e minha curadora, Virna Lisi. Ela lhe enviou alguns trabalhos meus e ele ficou bastante interessado”, revelou o chargista, que deve embarcar para a capital francesa na segunda semana de dezembro.

Diferente do que se costuma ver quando o assunto é artes plásticas, há cerca de dois anos, Euros deixou o lápis e o papel de lado e resolveu se aventurar em uma nova técnica: a photo painting. “Não abandonei a mão e o traço natural, mas hoje não largo mais o computador (risos). Desde pequeno gosto de misturar as coisas para ver o que acontece”, destacou o chargista, a respeito do estilo que o levará ao museu francês, com o qual costuma selecionar uma foto e alterá-la digitalmente.

“O que acontece é que começo a trabalhá-la (a foto) da forma artística e visual como a imagino, como se eu a estivesse interpretando”, completou.

Sobre a obra selecionada por Neves para compor a mostra, que ficará em exibição até o dia 16 do mesmo mês, uma curiosidade: aquele olho, tingido digitalmente com as cores azul e verde e com fisionomia de raiva, é do próprio Euros. “É uma história engraçada. Enviei ao Neves diversos trabalhos meus e ele escolheu esse antigo, sem saber que era o meu próprio olho (risos)”, comentou.

Projetos

Os fãs do artista que não puderem conferir o SNBA terão outra oportunidade de prestigiar Euros, Nuno, Magda e cia. Isso porque, ao encerramento da exposição, o curador Marcelo Neves pretende montar uma mostra do que esteve no Louvre em São Paulo. “Ele (Neves) é dono de uma galeria bastante conceituada na capital paulista e, em novembro, deverá abrir uma outra. Para celebrar a inauguração, ele quer montar uma exposição com as 12 obras que estiveram em Paris”, adiantou o chargista.

Já no próximo ano, Euros montará uma mostra em comemoração aos seus 25 anos de trabalho em jornal, com diversas ilustrações, charges e outras obras que marcaram a sua trajetória. Até o momento, o artista já selecionou um total de 40 peças.