Publicidade
Entretenimento
Buzz

Andrew Garfield diz que uniforme do Homem-Aranha despertou a criança que existe nele

“Eu senti muitas coisas", disse o ator durante entrevista coletiva sobre “O Espetacular Homem-Aranha” no Summer of Sony, em Cancun 17/04/2012 às 12:40
Show 1
Andrew Garfield
uol/cinema ---

Andrew Garfield, que é fã declarado de quadrinhos e, em especial, do Homem-Aranha, conta que a experiência de vestir o uniforme do personagem pela primeira vez foi muito marcante. “Eu senti muitas coisas", disse o ator durante entrevista coletiva sobre “O Espetacular Homem-Aranha” no Summer of Sony, em Cancun (México), mesmo evento em que promovia “A Rede Social”, em 2010, quando foi escalado para o papel de Peter Parker. "Teve uma coisa física, que não foi muito boa, era muito desconfortável. Ela foi desenhada para parecer incrível do lado de fora e dar uma sensação terrível do lado de dentro. E é claro que eu fiquei muito emocionado, porque é algo que eu fantasiava desde criança. Foi a primeira fantasia que usei quando tinha três anos. Sempre significou muito para mim. Foi um momento incrivelmente profundo. Mas também me deu uma percepção muito legal, que tirou um pouco o peso disso. É um símbolo muito grande para eu carregar, mas acho que é um símbolo grande demais até para o Peter Parker. Ele sente que nunca vai estar a altura desse símbolo que criou. E isso me deixou livre para explorar o personagem e a jornada”, conta.

Ele diz que essa ligação com o personagem foi o mais importante para sua preparação. “A coisa mais útil foi voltar à minha conexão pessoal com ele. Foi isso que me guiou durante todo o filme, a conexão profunda que sempre tive com Peter Parker. Aquela criança de três anos dentro de mim foi a melhor bússola que eu poderia ter”.

Questionado sobre porque se identifica tanto com o personagem, o ator conta que é parecido com ele de várias maneiras. “Eu era magrelo. Sempre me senti mais forte internamente que externamente. Sempre me senti o perdedor e sempre quis proteger os perdedores. Sempre quis me pendurar por aí também. Acho que me conecto com ele em todos os aspectos”.

De volta à Cancún

Dois anos se passaram e Garfield, 28, está de volta ao local onde recebeu a notícia de que seria o novo Homem-Aranha, mas ainda não parece estar preparado para a grande responsabilidade que acompanha este grande poder. “Se eu estou preparado para toda a atenção? Não, de forma alguma”, disse o ator. “Estou tentando, mas acho que nada pode te preparar para isso. É algo que me assusta e que eu poderia passar sem. Pode parecer estranho, porque estou aqui dizendo ‘olhem para mim, olhem para mim, olhem para mim’, mas não tenho essa intenção. Não quero que vocês olhem para mim agora, quero que olhem para o personagem, para a máscara”, completou.

Ao lado dos colegas de elenco Emma Stone e Rhys Ifans, do diretor Marc Webb e dos produtores Avi Arad e Matt Tolmach, Andrew falou sobre a nova encarnação do Homem-Aranha, que volta aos cinemas em 6 de julho de 2012, pelas mãos do mesmo estúdio que produziu a bem-sucedida trilogia dirigida por Sam Raimi e estrelada por Tobey Maguire.

A nova encarnação

“Fomos às origens de Peter Parker, quando ele perdeu os pais. Ele não sabe bem o que aconteceu. Eles estão vivos ou mortos? Eles eram boas pessoas? Tudo isso são coisas que ajudam a formar o caráter de uma criança. Os outros filmes mostraram o que criou o Homem-Aranha. Nós fomos aos primeiros anos e, quando encontramos Peter, vemos a complexidade da formação de uma criança”, explicou o produtor Avi Arad. “Também temos um novo Peter Parker”, completou.

“Eu respeito o que ele [Tobey Maguire] fez imensamente. Quando eu tinha 19 anos, assisti àquele primeiro ‘Homem-Aranha’ e me fez lembrar de quanto aquele personagem significa para mim, reacendeu minha paixão por ele. Posso dizer que é uma honra vestir o uniforme depois dele. E fico animado em depois passá-lo para a próxima pessoa”, diz Andrew.

Emma Stone, 23, que vive Gwen Stacy, par romântico de Peter no filme, não precisou se preocupar tanto com as comparações. “Eu me sinto muito sortuda porque era a Mary Jane nos outros filmes e neste é a Gwen Stacy. Bryce Dallas Howard a interpretou brilhantemente em ‘Homem-Aranha 3’, mas era uma versão totalmente diferente”, diz.

Segundo o também produtor Matt Tomalch, o diretor Marc Webb tinha sua própria visão do personagem desde antes de fechar com o estúdio. “Desde o começo, a visão de Marc era a de um Homem-Aranha que vive no nosso mundo”, diz.

“O Homem-Aranha é interessante porque está entre nós há 50 anos. Há muitos histórias e reinvenções desse personagem. Me senti impelido por todo material que existe a explorá-lo, e há muitos aspectos que ainda não foram explorados no cinema. Era muito tentador. E há também aquele adolescente de 17 anos que você foi, que cutuca seu cérebro e diz ‘você está brincando? Você vai fazer o Homem-Aranha!’”, diz o cineasta, que se tornou conhecido depois de fazer “(500) Dias com Ela” (2009).