Publicidade
Entretenimento
Buzz

Ângela Bismarchi conta em entrevista por quem vai torcer em "A Fazenda"

Eiminada de A Fazenda, Ângela Bismarchi diz que público conseguiu ver lado humano além das plásticas: "Boa fama vale mais que 2 milhões" 21/07/2012 às 11:22
Show 1
Ângela Bismarchi diz que humanizou cirurgia plástica na televisão
UOL ---

A modelo Ângela Bismarchi, de 45 anos, foi anunciada na quinta edição de A Fazenda, da TV Record, como a nova “personalidade da mídia”. De fato, Angela era vista como uma mulher que se submeteu a 42 intervenções estéticas, tinha um programa sobre sexo no Virgula e discutia assuntos como “cirurgia que reconstitui o hímen” em programas populares. 

Porém, ao ser eliminada do reality show nesta última quinta-feira (19), a loira conseguiu a façanha de mostrar o tão sonhado outro lado. Deixou de ser a mulher plastificada e tornou-se humana. “A morte da minha irmã e a minha interação com os outros peões, mostraram que eu também sou uma mulher forte, amorosa e de família”, afirmou com exclusividade ao Virgula Famosos.

Ângela conversou com nossa reportagem em meio a sua eliminação e o luto da irmã Angelina Filgueiras, que morreu no dia 15 de junho. Seu marido, o cirurgião Wagner Moraes, afirmou que ela ainda está abalada e que, desde que saiu do reality show, não conseguiu dormir. “Ela está tendo que lidar com a morte e essa repercussão de A Fazenda. Não é fácil”, disse.

Abaixo, um bate-papo sincero:

[VIRGULA] Você saiu do programa e foi bombardeada com informações sobre a morte da sua irmã. Como lidou ao saber os motivos e detalhes deste triste episódio?

Ângela Bismarchi - Meu coração ainda está partido. Estou muito triste, ainda mais aqui fora porque lá na Fazenda eu me sentia protegida. Lidar com a natureza e com os animais foi muito positivo [neste momento de luto]. Só aqui [fora do reality show] fiquei sabendo desses detalhes da morte da minha irmã e fiquei muito mais triste. Pô, estou tendo que continuar esse luto trabalhando, gravando, tendo que falar sobre, mas sou forte e vou conseguir. Sinto que muita gente entendeu a minha decisão [de continuar no reality show].

Conversou com a sua sobrinha?

Falei na sexta-feira (20) com ela, às 4h da tarde. Ela me disse para eu não ficar muito triste, que me amava muito. Achei tão bonitinho ela se preocupar comigo, sendo que também está vivendo essa dor. Vou me encontrar com ela na segunda-feira ou terça, e vamos nos dar forças.

Seu marido contou que você está muito cansada e que não conseguiu dormir desde A Fazenda. Ainda está abalada com todos os acontecimentos?

Pois é, não consegui descansar até agora. Como você disse, estou sendo bombardeada. Fui pro celeiro, depois fui indicada para a Roça, fiz a Prova do Fazendeiro, fui eliminada, fiz vários programas da Record e estou até agora sem dormir. Não tive tempo de descansar e, ao mesmo tempo, ainda estou muito triste [com a morte da minha irmã]. Estou tendo que gravar os programas ainda com o coração muito quebrantado. Não está sendo fácil, mas vou passar por cima disso.

Você foi eliminada com 88%, mas não saiu com uma imagem negativa. O que acha que ocorreu? 

Acho que foi apenas falta de sorte. Acabei indo para a roça com a Viviane, que era uma amiga e uma pessoa muito forte. Não acredito mesmo que tenha sido rejeição, foi uma torcida que a Vivi tem aqui fora. Ela é muito popular e a torcida dela fez uma mobilização na internet. Acho que tudo está escrito e, apesar da saída, fiquei feliz com a minha participação. Estou com o coração leve, tranquilo, pois tive um bom relacionamento com todos os peões e animais. 

Sente que finalmente sua imagem mudou? 

Nossa, e muito! Quando cheguei na TV Record fui muito bem recepcionada pelas pessoas, algo que não acontecia anteriormente. Não esperava que isso fosse se tornar realidade. Acho que antes as pessoas tinham uma imagem muito deturpada de mim, por conta das plásticas, mas hoje elas enxergaram o que eu realmente sou. Viram que eu sou uma mulher forte, amiga, amorosa, que preza a família, que é batalhadora. O que eu queria com a Fazenda eu consegui, que é mostrar quem eu sou.

Acha que vai colher os frutos de sua participação? Como?

A nova imagem que ganhei, essa boa fama que conquistei com minha participação, vale muito mais de R$2 milhões. Isso é bíblico e acho que consegui superar. Vou dizer para você, não é fácil conseguir uma boa imagem naquela pressão toda. É muito difícil conviver com tantas pessoas diferentes, disputando o prêmio. Aprendi que é mais fácil lidar com os bichinhos que com os humanos. 

Você soube da morte da sua irmã e continuou no jogo. A Gretchen, por outros problemas, resolveu desistir do programa. Acha que ela não foi forte o suficiente?

Pois é, cada um é um, né? Posso dizer que eu estou preparada espiritualmente para essas situações, pois já sofri muitas perdas na minha vida. Já perdi o Oz [Bismarchi, marido que foi assassinado em 2002, na mansão em que Angela estava], já perdi a minha mãe... E minha irmã era praticamente tudo o que eu tinha. Mas eu leio muito, cuido muito da minha parte espiritual. É por isso que muita gente não entende o fato de eu ter continuado. Elas não passaram por aquilo que eu passei. 

Agora, você torce por quem? 

Torço pela Vivi e a Nicole. Mas qualquer pessoa que vencer, eu fico feliz. Só tive um atrito com a Penélope, mas não é nada pessoal. Eu só acho que ela não estava sendo autêntica, não estava sendo o que ela realmente era. De todos os peões é a que mais joga.

Para finalizar... Você disse no primeiro dia de A Fazenda que iria encontrar um cantinho para se masturbar. Conseguiu?

Claro que consegui [risos]! Lá existe um reservado, que é justamente para a gente fazer esse tipo de coisa. Todo mundo quer saber disso, se consegui ou não me masturbar. Mas, sinceramente, depois da morte da minha irmã e da pressão da Fazenda, não tive mais clima. Aquilo tudo é muito intenso, ninguém faz ideia do quanto. Mas, se precisasse fazer, tem um cantinho estratégico em que todos vão. Eu fui...